VIAGENS (lá fora): A volta ao Mundo em 15 minutos

           É preciso viajar. Mais logo talvez vá levantar bilhetes, mas ainda não sei, tenho tanto que fazer.

           Viajar é brincar com o tempo e com o espaço, é enganar a rotina e fazer gazeta ao que é ordinário, é pousar os pezinhos no novo e espetacular, mesmo que não seja por muito tempo.

           Aqui estou eu, a meio de uma semana de aulas, na aula de Ética, são 14 horas e estou a ouvir uma dissertação sobre deontologia. Chato?! Onde?

           Sim, é chato, é muito chato e sou capaz de jurar que os 16 colegas que tenho a dormir nas cadeiras à minha frente concordam comigo.

O que eu não dava para estar a beber um cocktailzinho gelado em plena praia de areia branca algures no Brasil , enquanto sentia o meu ritmo cardíaco a acalmar cada vez mais, misturando-se com som das ondas do mar e refastelando-me na suavidade da toalha de praia, ao mesmo tempo que o sol me torra as costas.

            Ou podia sempre optar por ir escalar o Monte Everest, mas só a base do monte, porque quanto mais para o topo se sobe maiores são a probabilidades de perder importantes saliências do corpo humano e ganhar edemas pulmonares.

            Também não estava mal na Riviera Maya a descobrir novas coisas sobre a civilização Maia e com toda aquela imensa riqueza arqueológica e cultural e com as magníficas paisagens naturais, talvez encontrasse forças em mim para lhes perdoar o erro na data do fim do mundo, que tanto nos transtornou.

            “Meditem nisso!” disse agora a professora, e eu bem que meditava ia até à Índia na busca incessante do autoconhecimento e da paz interior, fazer-me de Julia Roberts a comer, orar e amar... Ah! E a meditar, claro!

            Talvez me fizesse bem tentar descobrir o sentido da vida. Quiça ir até à Terra Santa desenterrar os mais variados acontecimentos bíblicos, conhece-los escrupulosamente, aproveitava e dava um saltinho ao Murro das Lamentações, com sorte acabava a viagem lá agarrada, a chorar baba e ranho...

            Estou de volta, parei a minha pequena volta ao Mundo em 15 minutos e voltei à minha cadeira desconfortável e dura, no meu anfiteatro chato, com as paredes todas brancas e um projetor dependurado no tecto.

           Eu acho que viajar é a cura para a alma e penso que o ser humano, quando está num impasse na sua vida, deve mudar de sítio. Nem que seja só por um bocadinho. Mas é na busca do desconhecido e na procura pelo conhecimento do novo que está a concretização e é aí que nos encontramos a nós próprios e à nossa verdadeira essência, que muitas vezes no dia-a-dia anda adormecida e a precisar de um abanão.

           Passei os últimos 15 minutos a viajar na minha mente e o meio de transporte que usei foi apenas um pedaço de papel e uma esferográfica...

           Já chega! Viajar significa tudo isto para mim e o mais espantoso é que continuo aqui sentada! Vou-me levantar, vou sair da aula e vou ganhar o dia! Vou levantar os bilhetes e é já, porque eu preciso de viajar.


                                                                                                                                                            Rita Ferreira



Foto por: Ana Rita Ferreira


Exibições: 1735

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Rita Ferreira em 19 Abril 2013 às 18:32

Foi com todo o prazer, Pedro Bretes. Obrigado eu :) 

Completamente de acordo Pedro Castanheira :)

Muito obrigado Tânia Barreira :D

Obrigado a todos pelos comentários :)

Comentário de Pedro Bretes em 19 Abril 2013 às 13:21

O que eu não dava para estar a fazer tudo isto também. Obrigado pela "viagem", Ana.

Comentário de Pedro Castanheira em 16 Abril 2013 às 10:40

Quantos de nós não viajam assim? Agora à que dar asas ao desejo.

Comentário de Tânia Barreira em 15 Abril 2013 às 22:55

Muito bom! Parabens!! :)

Comentário de TeresaDuarte em 14 Abril 2013 às 23:16

5* beijinhos

Comentário de LP em 14 Abril 2013 às 23:11

Bom artigo. bj

Comentário de Luisa Ferro em 14 Abril 2013 às 22:53

Muitos parabéns! Muito bom artigo! 
Um beijinho! 

Comentário de Rita Ferreira em 14 Abril 2013 às 1:57

Muito obrigado MyGuide! Essa há-de aparecer aqui não tarda nada ;) 

Muito obrigada, Paulo Manuel de Araújo e Gama. Um beijinho 

Comentário de Paulo Manuel de Araújo e Gama em 14 Abril 2013 às 0:28

Parabéns Rita

Um Beijo

Comentário de MyGuide em 11 Abril 2013 às 11:02

Gostámos da viagem, Rita. Já agora, ficamos à espera do relato dessa outra, a dos bilhetes! ;)

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Aulas regulares (e para todos) no Museu do Oriente

Criado por MyGuide 5 Jan 2021 at 10:16. Actualizado pela última vez por MyGuide 5 Jan.

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24. Nov, 2020.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Nov, 2020.

© 2021   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço