CULTURA: Improvável - um espectáculo provavelmente bom!

 

Ontem, depois de um dia cansativo, fui praticamente arrastada até ao teatro Tivoli para assistir ao espectáculo “Improvável”. Enquanto esperava pelo inicio, dominada pelo aborrecimento, devorei um saco de gomas.


Passado algum tempo, o Nilton entra em cena para 10 minutos da sua stand-up comedy e apresenta, depois, o grupo “Os Barbixas”, composto por três actores brasileiros: Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento e Elidio Sanna. Aquando da apresentação do grupo, que existe desde 2008, a expressão “teatro interactivo” captou de imediato a minha atenção. "Os Barbixas" praticam um tipo de teatro diferente, composto por jogos, onde a participação do público é o elemento chave, através de palpites, ideias, decidindo temas, personagens, lugares, etc.,


O total é de quatro jogadores (adição de um convidado português), sendo que Nilton, como mestre de cerimónia, fica encarregue de apresentar os jogos e escolher as propostas sugeridas pelo público . As actuações entre os jogadores são rotativas e, como se baseia na arte do improviso, garante ao público um espectáculo único e diferente.

 

 

 

Passo a explicar alguns dos vários jogos:

Jogo do “transforma”
É pedido ao público que lance uma palavra e, de entre os quatro jogadores em palco, dois deles irão encarnar um animal, objecto ou qualquer outra coisa sugerida e começar uma cena. Quando se ouve a palavra “transforma”, a cena congela e um dos que estavam de fora entra para o lugar de outro, assumindo a sua forma e transformando a cena em outra diferente.

 

 

 


Jogo “dublagem”
Neste jogo o público sugere uma ideia, que será interpretada por dois jogadores apenas através de gestos, pois o terceiro fica encarregue de fazer as diferentes falas. A história desenrola-se consoante os gestos dos dois jogadores e das falas que o terceiro desenvolve.

 

 


Jogo da “troca”
Aqui o público diz uma palavra sobre a qual três jogadores vão desenvolver uma história. Quando ouvirem “troca”, terão que trocar a última frase que disseram.

 

 


Jogos de “estilos”
O público sugere estilos (terror, romance, comédia, musical, etc.,) e uma profissão, sendo que a partir daí é desenvolvida uma cena. Quando toca a campainha é dito um diferente estilo, com o qual terão que continuar a história anterior.

 

(Os videos apresentados são referentes a outros espectáculos que não o de Lisboa.)

 

 

Composto por muitos mais jogos, esta é uma forma diferente de fazer teatro que diverte e cativa a plateia, pois contrasta com a típica peça onde somos meros espectadores. Aqui o público é quem dirige e influencia todo o espectáculo com as suas ideias. Divertido e dinâmico, este grupo recria histórias únicas à base da interactividade, do improviso e da criatividade.

 

Completamente rendida a este novo conceito de teatro, considero que o “Improvável” é espectáculo que, provavelmente, não vai querer perder!

 

 

 

 

Exibições: 225

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Aulas regulares (e para todos) no Museu do Oriente

Criado por MyGuide 5 Jan 2021 at 10:16. Actualizado pela última vez por MyGuide 5. Jan, 2021.

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24. Nov, 2020.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Nov, 2020.

© 2022   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço