Mudam-se os tempos, as vontades e as tendências. Mas no que toca ao amor, existem tradições que nunca passam de moda. A serenata traduz a simplicidade do amor. Uma guitarra, uma capa negra, e a lua como tecto…

De origem medieval, a serenata adquiriu o seu cariz académico em Coimbra. Na cidade da saudade e da poesia, esta prática surgiu por necessidade. Era a forma mais fácil do rapaz se declarar à rapariga, pois não eram permitidos os namoros como hoje os conhecemos.

A tradição


A serenata é feita em grupo, embora o declarante seja apenas um. Não é obrigatório que seja este a cantar, e é por isso que se utiliza o termo “fazer” e não “cantar” uma serenata.
O apaixonado dá uns passos em frente, para se distinguir dos companheiros. A rapariga fica dentro de casa a observar. Para demonstrar que aceita a homenagem acende e apaga a luz três vezes. Gesto que antigamente era praticado com uma candeia.

 


O cenário


Quando um grupo interpreta as músicas de uma serenata em local fechado, a actuação deve ser chamada de “fados e guitarradas de Coimbra”.
Para ser uma serenata tem de ser feita ao ar livre. Talvez porque esse cenário reforce o sentimento. É a diferença entre dizer: “Eu Amo-te”, e dizer: “Eu Amo-te, e digo-to aqui na pureza da Natureza, e com a lua como testemunha”… Faz toda a diferença!

 

 

Influências


A melodia é geralmente um fado de Coimbra, mas também são cantadas composições de origem popular, musicadas pelos estudantes.
É que durante séculos a Universidade de Coimbra foi a única do país. Nela existiam estudantes oriundos de vários locais do território português, incluindo da Índia e do Brasil. Cada um trazia as canções populares da sua terra, que acabaram por se modificar e adaptar à música coimbrã.

A rapariga deixou a janela e quis ser estudante. Vestiu a capa, entrou na tuna, e hoje canta ao lado dos rapazes.
Mas apesar de já existirem tunas mistas e femininas, o acto da serenata é reservado ao homem. Caso contrário perderia o seu significado mais puro.
Apesar de não servir os objectivos de outrora, é uma tradição querida dos jovens. Talvez porque a juventude tenha uma enorme necessidade de exprimir o que lhe vai na alma.

Agora, na despedida, deixo uma opinião pessoal. É que podem mesmo mudar os tempos e as mentalidades. E hoje, o amor é vivido à luz do sol. Mas para uma mulher, existirá sempre o pequeno gesto. Uma luz que se acende e apaga em segredo; um romance vivido à luz da lua; uma capa estendida em sua homenagem. E são essas pequenas coisas que dão ao amor o seu verdadeiro encanto.

TVI - Serenata Monumental 2001: Coimbra Menina eMoça: João Farinha

Fado dos Passarinhos (Fado de Coimbra) - Verdes Anos

Exibições: 1485

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Maria Claudia Rocha Ferreira em 15 Março 2011 às 12:38

Confesso que não sou fã de festas académicas e praxes. Mas adoro estas serenatas! No Porto era das poucas coisas da queima em que fazia questão de estar presente;) E Fado é Fado!

Óptimo artigo;)

Comentário de Ana Raquel Freire Barreiros em 15 Março 2011 às 9:49
Eu é que agradeço Inês. É tão bom ver que nem todos os jovens são indiferentes à nossa cultura e tradições!
Comentário de Tânia Barreira em 15 Março 2011 às 2:01
Uma das mais belas tradições Portuguesas! Adquire um significado ainda maior quando se vive estes momentos de capa traçada! :')
Comentário de Inês M.C em 15 Março 2011 às 2:00

Ana, adorei o artigo....

Adoro Fado, Tunas e tenho que dizer que muito se enganam os rapazolas de hoje em dia se acham que uma serenata destas não lhes ficava muito melhor na fotografia do que as tonteiras que às vezes dizem ou as figurinhas que fazem hehehehehe :-D

Entretanto, lembrei-me da "Balada de Despedida" que ouvi ainda há pouco quando acabei o curso....que saudades...

..."Fitas douradas, pôr-do-sol raiadas a riscar o mar

Meros testemunhos, folhas de rascunhos do curso a acabar

Canções de amizade, refrões de saudade de quem vai partir

ADEUS Faculdade adeus terna idade, lembrança a sorrir"...

Obrigada Ana ;-)

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Eventos em Destaque

Abril 2020
DSTQQSS
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930
       

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2020   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço