Entrevista com os 4Litro (grupo Humoristico Madeirense)

Introdução

No Porto de Recreio da Vila da Calheta, estivemos à conversa durante algum tempo com Luís Paulo Sousa, fundador do grupo 4Litro. Trouxemos algumas questões que considerámos interessantes para todos os fãs que seguem o grupo no YouTube, no Facebook e já agora no MadeiraTube . O Luís é natural da Ponta do Pargo mas reside actualmente em Lisboa onde estuda na Escola Superior de Teatro e Cinema.

Os 4Litro são uma referencia a nível Regional no que toca à produção de conteúdos audiovisuais de humor. Além de terem formação no teatro e no conservatório, têm muitos seguidores nas redes sociais, contanto com mais de 4000 fãs no Facebook e 1020146 visualizações no canal oficial do YouTube.

Entrevista

Luís conta-nos um pouco sobre a génese dos 4Litro:

Os 4Litro nasceram à cerca de 4 anos na Freguesia da Ponta do Pargo, concelho da Calheta. Não temos uma data certa da nossa fundação, mas estamos a celebrar o nosso aniversário a partir do 1º vídeo que publicámos no YouTube, a 16 de Janeiro de 2007, intitulado “Turista”.

Comecei o grupo com o meu colega Rúben mais como uma brincadeira, visto na altura não termos muitas ocupações na Ponta do Pargo. Tinha-mos uma mini-câmara, que só filmava poucos segundos e começa-mos então a gravar disparates e coisas para rir.

Um pouco mais tarde convidamos o Juvenal a entrar para o grupo e ai decidimos produzir vídeos com ideias mais trabalhados. Como o Juvenal tinha uma máquina de filmar mais avançada pudemos melhorar um pouco a qualidade dos nossos vídeos.

Quando começamos a fazer mais vídeos recrutamos o Ricardo e o Artur. Mais tarde o João Paulo foi convidado depois de eu entrar no conservatório. Actualmente o grupo é composto por mim, pelo Rúben, Ricardo, Artur, Bernardo e pelo Duarte.

Quais foram ou são as vossas principais influências ?

Quando formamos o grupo nunca tínhamos tido qualquer tipo de experiência na representação, no entanto gostávamos muito de ver os Gato Fedorento “Old School”, e o Herman Enciclopédia. O Herman José no passado tinha umas personagens espectaculares que nos influenciaram bastante, como por exemplo o Zé Xunga e o Melga.

Como é que caracterizam as vossas principais personagens?

Não tentamos fugir muito das personagens do campo, aliás, essa personagem tem que estar sempre presente na peça. Faz parte da natureza do grupo. Temos também o velhinho e a tia e muitas outras consoante o tema em que vamos falar. Procuramos fazer a crítica à sociedade em que estamos a viver de maneira cómica!

Como é que se iniciou a divulgação dos vossos vídeos?

Basicamente começamos a por os vídeos no YouTube, não com intuito de ter muitas visualizações mas sim de mostrar aos amigos e colegas de escola, aquilo que andávamos a fazer nos nossos tempos livres. Mas claro que ao passar do tempo os vídeos começaram a ser partilhados pelos amigos e a ganhar alguma popularidade.

Revela-nos um pouco o vosso processo de criação dos vídeos

No processo de criação dos nossos vídeos funcionamos bem em equipa porque estamos sempre a falar uns com os outros e a melhorar aquilo que foi feito. Por exemplo, mesmo eu estando no continente, participo activamente na produção dos vídeos que são feitos na Madeira.

O processo de criação dos vídeos é um processo bastante demorado. Por vezes gastamos uma tarde inteira para fazer um vídeo de 5 minutos. Quando vamos fazer um vídeo primeiro escolhemos em grupo um tema/ideia central e depois de forma individual, cada elemento cria uma personagem e aquilo que vai dizer/representar.

Na parte das filmagens construímos o vídeo por cenas. Depois de uma cena estar como gostamos passamos para outra fase do vídeo. Na parte da edição e montagem dos vídeos costuma ficar o Rúben a liderar o processo.

Também gostamos e recebemos sugestões de amigos para fazermos determinados vídeos num tema em particular. Muitas vezes recebemos sugestões para fazermos um vídeo cómico do Dr. Alberto João Jardim, mas é uma opção bem definida do grupo não entrar no campo da política!

Na produção dos nossos vídeos também acontecem-nos coisas muito engraçadas, como por exemplo um velhinho da Ponta do Pargo que aparece várias vezes por acaso em alguns vídeos.

Para o grupo qual é a importância das redes sociais?

Extremamente importante! Consideramos que aproveitamos bem as tecnologias de informação e as redes sociais, porque foram a base de divulgação do nosso trabalho e nos permitiram chegar aonde estamos hoje.

Actualmente estamos a dar prioridade ao facebook que é onde a maior parte dos nossos fãs têm conta e assim podem deixar comentários e receber todas as actualizações na mesma.

Dá-mos muito valor ao facebook por causa do feedback que temos dos nossos fãs. Um lema do nosso grupo é tentar falar e responder ao máximo todos os nossos comentários. A nossa atitude não é só fazer vídeos que têm muitas visualizações e depois não falar com ninguém.

Como é que se preparam para as actuações? Costumam ensaiar?

Nós nunca seguimos um texto à risca. As nossa actuações baseiam-se no improviso. Não temos textos decorados ou ensaiados. Basicamente como já nos conhecemos bem uns aos outros já sabemos o que cada um vai dizer.

Na história dos 4Litro praticamente só ensaiámos uma vez que foi num encontro de Teatro de Santa Cruz em que tivemos um período de tempo sem fazer nada.

Apostamos na nossa capacidade de improviso por considerarmos que tem mais piada assim. Tem haver com a personalidade do grupo. Para cada actuação cada membro do grupo já tem a sua personagem pensada e aquilo que vai dizer. Digamos que é um improviso controlado.

Sei que agora utilizam uma câmara de filmar HD, o que é isso representa para vocês?

Uma das nossas grandes apostas foi a aquisição de uma máquina de filmar HD. Tratamos de investir numa máquina dessa porque já era preciso. Juntamos o dinheirinho de algumas actuações e de uma barraca que fizemos e fomos logo à FNAC comprar a melhor máquina que havia à vender. Chegamos à Fnac e perguntamos logo! Qual é a mais cara!?

Consideramos que foi uma das melhores coisas que já fizemos pelo grupo, porque obviamente podemos fazer vídeos com maior qualidade e por exemplo ter vídeos em condições para rodar no programa Irreverência da RTP Madeira.

Já que estamos a falar do programa Irreverência, fala-nos um pouco desse vossa grande conquista:

Imagem: Ponta do Pargo News

A participação dos 4Litro no programa Irreverência vem do seguimente da série anterior, onde tínhamos uma participação com a personagem José Cantiflas em Março de 2010.

Depois a RTP Madeira entrou em contacto connosco para renovar o contracto, mas em vez de ter só um elemento a actuar, poderíamos participar em grupo. Esta medida foi muito boa para o grupo, em termos de visibilidade e ao nível da gestão dos membros que têm ou não disponibilidade para participar na actuação.

No programa Irreverência por vezes sentimos dificuldades quando são abordados temas complicados para nós, por não sabermos muito bem que tipo de relação podemos fazer com o tema do programa.

Por exemplo, quando foi o tema das ilhas desertas, ficamos aflitos porque não sabíamos bem o que poderíamos representar sobre as desertas. Então surgiu o tema da empreitada!.

A experiência na RTP Madeira também está a ser muito rica e desafiante para nós, tanto numa perspectiva de aprendizagem e profissional. Sentimos agora uma grande responsabilidade por aquilo que vamos apresentar na televisão. De certa forma também prepara-nos para possíveis voos mãos ambiciosos no futuro.

No facebook recebi um convite vosso para o evento 4 Anos de 4Litro realizado na Calheta. Que balanço fazem?

O balanço foi muito positivo, enchemos o Café Jardim no Loreto e tivemos a participação de muitas pessoas que não conhecíamos de parte nenhuma. Até houve famílias inteiras que participaram. Foi muito engraçado termos vários miúdos e graúdos a nos relembraram muitas das nossas personagens e as falas dos nossos vídeos. Também demos alguns autógrafos;).

Nesse dia apresentamos uma montagem de todos os nossos vídeos, que estiveram sempre a rodar durante todo o evento. Também apresentamos 4 Sketches. Partimos um bolo e tivemos música com um DJ durante a noite. Este ano foi uma experiência. Mas para o ano queremos fazer um espectáculo maior com outros grupos convidados (grupos de teatro, musicais e de dança).

O que é que revela o futuro dos 4Litro?

Actualmente estamos a escrever uma peça de teatro e ambicionamos apresenta-la por toda a região. O nosso sonho era formar uma Associação registada e poder actuar em palcos como o da casa das Mudas e o Teatro Baltazar Dias. Também queremos fazer umas Curtas, como as que aparecem por exemplo na Sic Radical “Balas e Bolinhas”.

A curto prazo vamos candidatar-nos com um vídeo no festival de cinema do Funchal. Por outro lado já sentimos a necessidade de alguém mais profissional para a parte da produção e edição dos nossos vídeo.

Relativamente à nossa participação no programa Irreverência vamos passar a aparecer de 15 em 15 dias. Assim temos mais tempo para nos preparar, mais tempo para actuar e não gastamos tanto a nossa imagem.

 

Exibições: 2243

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Joana Sá Pinto em 21 Janeiro 2011 às 21:53

Depois de ler a entrevista fiquei com curiosidade de saber mais sobre os 4Litro.

Já me ri à vossa conta:)

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Aulas regulares (e para todos) no Museu do Oriente

Criado por MyGuide 5 Jan 2021 at 10:16. Actualizado pela última vez por MyGuide 5. Jan, 2021.

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24. Nov, 2020.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Nov, 2020.

© 2022   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço