PASSEIOS (cá dentro): Fábrica das Neves

A fábrica das neves da Serra da Lousã, no lugar de Santo António da Neve é uma das mais antigas fábricas das neves que há memória, sem no entanto, se conseguir identificar concretamente a sua idade. Habitualmente conhecidos como ”neveiros“, os depósitos, de forma circular, serviram para armazenar e compactar a neve que depois era transportada para Lisboa, onde satisfazia os desejos gelados da corte.

 

A sua construção é feita em pedra de xisto e barro, há semelhança de toda a arquitectura desta serrania. E estão cobertos por abóbadas de pedra em forma de sino achatado. Apresentam uma pequena porta para Nascente, como que para evitar que, quando o sol é mais forte, possa entrar e derreter a neve ali guardada. Apresentavam uma profundidade de dezenas de metros e tinham acesso por uma escada de mão. No seu interior, os homens com um grande cepo, calcavam a neve, à semelhança dos calceteiros de hoje, até que ficasse compacta num bloco de gelo, que cobriam com palha e fetos para que assim se conservasse. A recolha de neve era feita por mulheres e crianças, que a carregavam em pequenas cestas até aos depósitos. A azáfama era grande na época das neves e por isso vinham, contratados à jorna, habitantes de todos os lugares vizinhos

O transporte era feito em carroças por estradas mal pavimentadas até Constância, onde os blocos de gelo eram mudados para barcaças e seguiam por essa via até ao Terreiro do Paço, em Lisboa. A neve era muito bem acondicionada em serapilheiras e caixotes, mas claro que muita se perdia pelos caminhos tortuosos.

Este transporte era acompanhado de protecções legais, que obrigavam os povos dos lugares deste trajecto a prestarem auxílio com rapidez, bem como facilitarem a passagem da neve pelas portagens existentes, na altura.

Registos mostram que em 1782, se vendia Neve, no Martinho da Arcada, que em tempos se chamou “Casa da Neve”, por isso mesmo. Há outras notícias da existência em Lisboa, de poços destinados a armazenar a neve. Houve poços no bairro da Graça e até a torre Norte do Castelo de S. Jorge, do lado da Calçada de Santo André, sofreu obras para ser transformada em depósito de neve. Mais próximo do século XIX, a venda de neve foi difundida por vários botequins da capital, para satisfazer a alta burguesia da época, o que ajudava no sustento das gentes pobres da Serra da Lousã, que se tornaram devotas de Santo António e a ele rezavam para que nevasse, pois desta recolha, obtinham um importante e valioso sustento.

A fábrica da Serra da Lousã era composta por 7 neveiros, que são exemplo da determinação e coragem deste povo serrano, hoje restam 3 bem conservados.

 

Exibições: 1083

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de refugionoxisto em 13 Dezembro 2012 às 16:00

De facto é incrivel e é de  louvar o esforço e dedicação deste povo. Sei que em Portugal existiam pelo menos mais duas "fábricas", no Gerês e na Serra da Estrela, sendo no entanto, na Lousã que existiam maior número de depósitos. O que me intriga bastante, uma vez que os nevões na Serra da Lousã, são sempre muito inferiores (quer em número de nevões quer em quantidade de neve) aos das referidas serras. Será que através destas fábricas podemos estudar/ provar as mudanças climáticas?

Comentário de Pedro Silva Dias Castanheira em 13 Dezembro 2012 às 15:39

Excelente artigo a explicar como se conseguia gelo antigamente ! Não tinha ideia da forma como antigamente se transformava a neve em gelo e muito menos que no séc. XVIII já se comercializava esta produto ! Obrigado pela informação ! 

Comentário de refugionoxisto em 13 Dezembro 2012 às 14:37

É sempre um prazer partilhar as coisas interessantes e bonitas que existem na Serra da Lousã. Eu também agradeço a existência deste espaço. E dou os Parabéns a todos os colaboradores.

Boa continuação

Comentário de MyGuide em 11 Dezembro 2012 às 10:31

Que interessante! Obrigado pela partilha!

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24 Nov.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9 Nov.

Contagem decrescente para o Halloween

Criado por Agenda MyGuide 21 Out 2020 at 12:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 30 Out.

© 2020   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço