PASSEIOS (CÁ DENTRO): 8 Boas razões para voltar ao Jardim Zoológico

O Jardim Zoológico de Lisboa foi o primeiro da Península Ibérica e mantêm-se no presente como uma referência deste tipo de instituições na Europa. Aqui apresentamos oito boas razões para voltar a um dos locais preferidos dos lisboetas e dos turistas que visitam a cidade.

1.       Um escape antes do regresso das obrigações

O bom tempo ainda se faz sentir, e o Jardim Zoológico acolhe melhor em dias solarengos. O passeio pelo enorme recinto, a apreciação das espécies em espaços que se assemelham aos seus habitats naturais melhor se faz na companhia do calor. Até os mal-dispostos crocodilos parecem mais sorridentes quando o sol brilha ali para os lados de Sete Rios.

Uma visita ao Zoo é também uma solução de escape, antes do bulício do regresso ao trabalho começar. Observar os tigres esparramados ao sol, a aproveitar a vida como dali a pouco não poderá fazer, suscitará inveja, sim. Mas é a inveja saudável de quem se imagina animal feroz mas indolente, uma imagem bonita para guardar até que o sol e o calor voltem.

2.       É um pouco do mundo selvagem, mesmo no centro de Lisboa

Com a sua dimensão considerável, o Jardim Zoológico acolhe cerca de 2000 animais de mais de 300 espécies diferentes. É uma das colecções mais impressionantes em todo o mundo e o Zoo tem, ao longo dos anos, cada vez mais vindo a aproximar os espaços de cada espécie aos seus habitats naturais. Neste jardim do éden em Sete Rios, após passar os portões, viajará, no espaço de metros, e apenas em algumas horas, por savanas, florestas tropicais, desertos, na companhia de exóticos e fascinantes espécimes. 

3.       Novas espécies, incluindo dois linces ibéricos

O Zoo recebe frequentemente novas espécies, aumentando a sua população e diversidade regularmente. Para os mais curiosos, esta é uma razão para revisitar o zoo de tempos a tempos e contribuir para o acolhimento destas novas espécies, dando-lhe as boas vindas com um sorriso. Este ano, por exemplo, acolheu dois exemplares do felino mais ameaçado do mundo: o lince ibérico. Com menos de 350 exemplares na natureza, esta espécie encontra-se em pré-extinção. A chegada de Gamma (macho) e Azahar (fêmea), contribuirá não só para a preservação de uma espécie em vias de extinção mas também para a divulgação desta urgente causa junto do público que visita o Zoo. 

4.       Celebrar os 20 anos da Baía dos Golfinhos

É uma das principais atrações do Zoo, aquela que faz tanto as delícias dos petizes como dos adultos. A Baía dos Golfinhos celebra este ano 20 anos. Atualmente, neste espaço são apresentadas duas sessões no horário de inverno e três no horário de verão (uma de manhã e duas à tarde), acompanhadas sempre por música, momentos de humor e palmas. Neste espaço inspirado nas vilas piscatórias de Setúbal, as bancadas enchem frequentemente, mas não são apenas os golfinhos a fazer as delícias da plateia. Antes destes, há sempre os simpáticos leões-marinhos. 

5.       Programa perfeito para as crianças

É um programa ideal, e incontornável, para os mais pequenos. A maior parte das crianças é fascinada por animais, e o Zoo é por excelência a casa destes. Além das espécies exóticas, há as diferentes actividades lúdicas e, não esqueçamos, a quintinha, menos exótica que o resto do Zoo, mas nem por isso menos fascinante para os mais pequenos. Para os adultos, é um regresso à infância, à memória das aventuras sonhadas na selva na companhia de fiéis e destemidos companheiros de outras espécies

6.       Um passeio no Teleférico

Outra das atrações adicionais do Zoo, o teleférico permite não só uma viagem mais rápida e panorâmica pelas imediações e pelos diferentes habitats (permitindo mesmo às vezes uma melhor visão de algumas espécies mais tímidas), como uma vista deslumbrante da cidade que está para além dele. Do teleférico, a riqueza que este espaço encerra, torna-se mais evidente, e apreciável. 

7.       Contactar com a história de Lisboa

Atualmente, a missão do Jardim Zoológico é não só a de mostrar as espécies mas também de as proteger. Mas nem sempre foi assim. O Zoo do presente, não só em Portugal mas no estrangeiro também, é o produto de uma evolução histórica, aqui de 131 anos. No caso lisboeta, Sete Rios nem foi a casa original. A ideia surgiu em 1882, mas o primeiro jardim zoológico viria a inaugurar em 1884, com o aval do rei D. Luís, em São Sebastião da Pedreira, na presença de figuras ilustres da sociedade e apresentando de início 1127 animais. Inspirado pelos espaços que já havia em França e nos Países Baixos, foi o primeiro jardim dedicado à fauna e à flora exótica na Península Ibérica. Alvo de uma espetacular afluência nos dois primeiros anos, o Zoo viria a ampliar-se e a passar por outras instalações na Palhavã, mas, em 1905, mudou-se para a Quinta das Laranjeiras onde se encontra atualmente, e onde tem sido, ao longo dos anos, alvo de adaptações e remodelações que, de certa forma, espelham a evolução do conceito de Jardim Zoológico e a ligação deste espaço com a cidade de Lisboa.

8.       Despertar a consciência para a preservação do planeta

O Jardim Zoológico é uma instituição que alia o entretenimento e diversão à conservação e educação. Além de espaço lúdico e de lazer, o Zoo constitui-se como um ator na conservação das espécies contribuindo para a sua preservação, reprodução e reintrodução no habitat natural, sendo membro de diversas organizações internacionais que atuam nesta área. Num mundo natural em rápida mutação, este trabalho essencial abre-se ainda à uma dimensão pedagógica, com as diferentes atividades paralelas e a aproximação às escolas, e de educação, com o esforço, sempre constante e profuso de contribuir para o esclarecimento dos visitantes acerca destas questões de preservação ambiental e das espécies. 

Informações Úteis:

Morada: Praça Marechal Humberto Delgado, Sete Rios, 1549-004 Lisboa

Telefone: 217 232 900

Horário: 10:00 às 18:00 (Horário de Inverno, 21 de Setembro a 21 de Março);  10:00 às 20:00 (Horário de Verão, 21 de Março a 20 de Setembro) 

Exibições: 215

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço