PASSEIOS (cá dentro): Avenida da Liberdade, o passeio reconquistado

Aos poucos, os lisboetas voltam à grande artéria da cidade que está cada vez mais palpitante!


Situada onde antes existiu um passeio público oitocentista, que era percorrido a pé ou de carruagem pela burguesia da época, esta larga avenida foi aberta em finais do século XIX. Liga a Praça dos Restauradores ao Marquês de Pombal e a um dos mais marcantes espaços verdes do centro da cidade, o Parque Eduardo VII. Desta que é das mais importantes vias lisboetas pode-se partir à descoberta de quase toda a cidade.
Mas antes de fugir para outras ruas, conheça os principais pontos de interesse da grande Avenida da Liberdade.


A não perder:


Praça dos Restauradores
Praça majestosa e colorida, onde se pode apreciar edifícios como o Palácio Foz, o Teatro Éden e na confluência entre as duas praças – Rossio e Restauradores – a estação ferroviária.


Estação do Rossio

Edifício de estilo neo-manuelino, construído em 1886, foi recentemente alvo de uma profunda reabilitação, contando com novos espaços comerciais e até uma curiosa unidade hoteleira, o Rossio Pátio Hostel


Rua Portas de Santo Antão
Paralela à avenida, mas com forte ligação à mesma, encontra-se esta interessante via pedonal. É uma rua boémia, com uma grande variedade de restaurantes e marisqueiras, muito associada ao meio artístico, dado a presença do Teatro Politeama e do Coliseu dos Recreios, uma das principais salas de espectáculos do país.


Cinemateca Júnior
Instalada no Palácio Foz, a Cinemateca Júnior é um serviço da Cinemateca Portuguesa–Museu do Cinema criado em 2007 direccionado para os espectadores infantis e juvenis. Propõe-se dar a conhecer a História do Cinema, enquadrando-a num contexto histórico – cultural, social e científico através da projecção de filmes, no seu formato original em cópias disponíveis no Arquivo da Cinemateca, e também de ateliers temáticos.


Palácio Foz - Pç. dos Restauradores
Tel.: 213 462 157
Site: Cinemateca Júnior


Elevador do Lavra
No topo da Rua Portas de Santo Antão, encontra-se este que é o mais antigo elevador da cidade. Este Monumento Nacional (assim classificado em 2002) sobe até à zona do Campo de Santana, onde se encontra o curioso Jardim do Torel com a sua magnífica panorâmica sobre a Avenida da Liberdade.


Elevador da Glória
Inaugurado em 1885, este ascensor que liga os Restauradores ao Bairro Alto foi também classificado como Monumento Nacional no ano de 2002.


Teatro Tivoli

Classificado actualmente como imóvel de interesse público, o Cine Teatro Tivoli nasceu em 1924, ainda o cinema era mudo. Construído numa altura em que o movimento moderno se afirmava evidenciando um finíssimo gosto Neoclássico, resultou num exemplo único do género.

Cinema São Jorge

Quando, em 1950, o Cinema São Jorge abriu as suas portas ao público, era a maior sala de espectáculos do país, um espaço equipado com inovações tecnológicas inéditas entre nós. Considerado obra superior – quer pela qualidade dos materiais quer pela modernidade das linhas – valeu ao seu arquitecto, Fernando Silva, o Prémio Municipal de Arquitectura em 1951.
Em 2000 foi adquirido pela Câmara Municipal de Lisboa e em 2003, a EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural passou a assegurar a gestão do São Jorge, que depois de um período de encerramento para obras de beneficiação, reabriu ao público em Maio de 2006, procurando, desde então, oferecer programação para um público contemporâneo formado e exigente.


Quiosques Liberdade
Em Maio de 2011 a Avenida foi premiada com a chegada de cinco quiosques com esplanada que muito têm contribuído para chamar gente ao local. A funcionar diariamente das 9h às 23h, encerrando às 02h de quinta a sábado, estes novos equipamentos oferecem diversidade gastronómica e animação nocturna.


BES ARTE & Finança
Espaço inovador multifunções, de acesso livre, onde coabita a arte contemporânea com uma diversificada oferta de serviços financeiros e não financeiros do Grupo Espírito Santo. Acolhe, em modo permanente,  a colecção de fotografia do Banco Espírito Santo - BESart - uma das principais colecções privadas do género em toda Península Ibérica, bem como exposições temporárias e workshops relacionados com a arte contemporânea, em geral, e com a fotografia, em particular.

Praça Marquês de Pombal, 3
Tel.: 213 508 975
Site: BES ARTE & Finança


Parque Eduardo VII

Deve o nome ao Rei de Inglaterra, que visitou Lisboa no ano anterior ao seu baptismo, em 1903. Um dos mais extensos parques da cidade, inclui a Estufa Fria, Estufa Quente, um lago, um parque infantil, o Pavilhão Carlos Lopes, e no topo norte o Monumento ao 25 de Abril, de Cutileiro, e o Jardim Amália Rodrigues.
Apesar de ser um espaço verde algo esquecido pelos lisboetas, em finais de Maio todas as atenções recaem sobre si quando recebe a Feira do Livro de Lisboa.


Estufa Fria

Reaberta em Abril deste ano após ter sido alvo de algumas obras de reabilitação, alberga espécies originárias de países como a China, a Austrália, o México, o Peru, o Brasil. Fetos verdes e refrescantes, camélias, brincos-de-princesa, ladeiam caminhos estreitos, aqui e acolá interrompidos por laguinhos, estátuas e pequenas grutas onde as crianças gostam de procurar esconderijos.


Onde comer:


Adlib
Num ambiente que prima pela sofisticação, propõe uma cozinha francesa aliada à gastronomia portuguesa, valorizando os produtos de cada estação.


Av. da Liberdade, 127
Tel.: 213 228 350
Site: Adlib


Eleven

Num restaurante de ambiente sofisticado, com excelente vista sobre Lisboa, o conceituado Chefe Joachim Koerper pratica uma cozinha de mercado e de estação.


R. Marquês da Fronteira, Jardim Amália Rodrigues
Tel.: 213 862 211
Eleven

Hard Rock Café
A conhecida cadeia de restaurantes ligados ao rock está instalada nos Restauradores, no lugar do antigo Cinema Condes.


Av. da Liberdade, 2
Tel.: 213 245 280
Site:  Hard Rock Café


LA Caffé
O restaurante da Lanidor Flagship Store define-se como um design restaurant que sazonalmente reflecte as tendências de moda, decoração e gastronomia.


Av. da Liberdade, 129B
Tel.: 213 256 736
Site: LA Caffé


Olivier Avenida
Num espaço decorado por Sofia Costa, provam-se as criações do Chefe Olivier, sendo até possível degustar as suas especialidades ao balcão.


Hotel Tivoli Jardim, Rua Júlio César Machado, 7
Tel.: 213 174 105
Site: Olivier Avenida


Terraço
Cozinha portuguesa reinventada, servida no último andar do hotel Tivoli.


Tivoli Lisboa, Av. da Liberdade, 185
Tel.: 213 198 934
Site: Terraço


Brasserie Flo
Ainda no hotel Tivoli, mas no piso térreo, serve-se o melhor da cozinha tradicional francesa, num ambiente de brasserie.
Av. da Liberdade, 185
Tel.: 213 198 977
Site: Brasserie Flo


Onde dormir:


Heritage – Av. da Liberdade

A fachada azul do Heritage Av. Liberdade destaca-se no conjunto arquitectónico da artéria. Objecto de cuidada reabilitação assinada por Miguel Câncio Martins, visa, acima de tudo, manter o maior número possível de elementos originais do edifício setecentista.


Av. da Liberdade, 28
Tel: 213 404 040
Heritage - Av. Liberdade


Tivoli Lisboa
O hotel de 5 estrelas ocupa um edifício dos anos 30 na Avenida da Liberdade, com um bar na cobertura com vista panorâmica de Lisboa.
Av. da Liberdade, 185
Site: Tivoli Lisboa


E, claro, o comércio:


Empenhada em voltar a atrair até si a “burguesia”, a Avenida da Liberdade reúne algumas das mais luxuosas lojas e marcas internacionais de pronto-a-vestir. Tome nota de alguns contactos a não perder:


Boss Store
Av. da Liberdade, 141
213 433 664


Burberry
Av. da Liberdade, 196 E
Tel.: 210 079 216


D&G
Av. da Liberdade, 258 B
Tel.: 213 155 439


Emporio Armani
Av. da Liberdade, 220
Tel.: 21 314 0743


Fly London
Av. da Liberdade, 230


Prada
Av. da Liberdade, 206-210
Tel.: 213 199 490


Tod’s
Av. da Liberdade, 196 E
Tel. : 210 079 253

Exibições: 2997

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Sandra Passos em 14 Outubro 2011 às 17:37

o Tivoli e o São Jorge são ex-libris da cidade. Cresci a ir lá a espectáculos e ir a filmes.

Já as lojas "da moda" só de passagem. :)

Comentário de Joana Sá Pinto em 14 Outubro 2011 às 11:13
Qual quê?! A calçada portuguesa da Avenida da Liberdade parece uma passadeira rolante se compararmos, por exemplo, com os paralelepípedos do Bairro Alto. Aí, sim, o uso de stillettos é um verdadeiro desporto radical. ;)
Comentário de Marina Soares em 14 Outubro 2011 às 10:57

LOL

Gostei muito de ler artigo, mas estou-me a rir da ideia, sugerida aqui pelo Luís Marques Cotonete, de ir às compras na "5ª avenida portuguesa" de botas de montanha... Calculo que com stillettos seja obra, mas umas sabrinazinhas já não nos deixam ficar mal em termos de estilo e conforto, eheheh!

Eu adoro calçada portuguesa, é uma das coisas que tenho sempre reparar nos outros países: como é o chão? E ficam sempre a perder...


 

Comentário de Luis Marques Cotonete em 13 Outubro 2011 às 22:42
Avenida da liberdade, ou a "5ª avenida portuguesa"local onde se encontram as mais sofisticadas lojas de marcas internacionais. é uma avenida bonita, ainda com alguma arquitetura do estado novo que vale a pena ver. Se por ventura resolver ir passear nesta avenida aconcelho botas de montanha, a calçada portuguesa é muito bonita, mas causa mais entorses que um passeio na serra
Comentário de Agenda MyGuide em 13 Outubro 2011 às 12:33
Vodafone Mexefest, Joana. Dentro em breve estará na nossa agenda.
Comentário de Joana Sá Pinto em 13 Outubro 2011 às 10:22
Viva a Avenida da Liberdade! Gosto dela especialmente por alturas do SuperBock em Stock... festival que me parece que este ano terá outro nome...

© 2020   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço