PASSEIOS (cá dentro): Na Ilha das Flores, à procura do paraíso perdido

Encontrar um verdadeiro paraíso, perdido no meio do Oceano Atlântico é fácil. Basta viajar até à Ilha das Flores, uma das nove ilhas do Arquipélago dos Açores.
Nas Flores tudo é único, a começar pelo nome que faz jus à sua aparência nos meses de Verão; as sete lagoas inseridas em paisagens deslumbrantes e as Cascatas que transbordam água límpida durante todo o ano - possibilitando aos seus habitantes pagarem a factura da água apenas semestralmente e com valores muito abaixo da média nacional – e facultando um espectáculo impressionante após uma forte chuvada. 


Considerada pela Unesco Reserva Mundial da Biosfera, esta ilha pode ser contemplada de duas formas:

- Vista do mar dentro de um pequeno barco - possivelmente rodeado de golfinhos – avista-se uma costa alta; de verdes estonteantes; calhaus escuros de rocha vulcânica e grutas misteriosas - outrora esconderijos de piratas - enseadas onde se podem apanhar e saborear lapas cruas com sabor a mar. Um mergulho no Atlântico, que nestas paragens tem temperaturas muito agradáveis, é uma aventura inesquecível.

 


- A passear pela ilha, onde o contraste das suas cores; o cheiro das suas matas; o murmúrio da água das suas ribeiras e cascatas; os seus vales verdejantes de pastos e árvores por vezes preenchidos por neblina; as crateras tornadas lagoas; tudo é um autêntico hino de glória à Natureza. E sempre presente, em qualquer ponto, um horizonte imenso, de mar transparente, de um azul intenso e brilhante, "salpicado "de veleiros ou "picado" de cristas brancas da maresia.



É neste «fim de Mundo» que se encontra o ponto mais Ocidental da Europa - o ilhéu do Monchique - localizado junto à costa oeste da ilha. Este rochedo oceânico já foi ponto de referência para acertar rotas e verificar instrumentos de navegação. E é hoje um ponto obrigatório para quem visita esta pequena ilha.

 

                                               Fonte: http://isapicture.blogspot.com 

 

Obrigatório também, é fazer alguns dos passeios pedestres das Flores, estão repletos de surpresas, paisagens e miradouros onde se conjuga sempre o azul e o verde. Um dos percursos mais magnificentes encontra-se entre as freguesias da Fajãzinha e da Fajã - Grande, um trilho que leva pouco mais de 20 minutos a percorrer, onde o único barulho é o chilrear dos pássaros e o correr da água das várias ribeiras que acompanham o trilho até ao final, onde o visitante é surpreendido por uma pequena lagoa na qual desabam dezenas de pequenas cascatas que brotam de um monte cheio de vegetação. A sensação é de ter chegado ao Éden!

 


Para quem conseguir despedir-se da Lagoa das Patas (ou poço da Alagoinha) antes do fim do dia, experimentar a gastronomia regional e observar o pôr-do-sol na freguesia da Fajãzinha é uma boa opção. Pôr-do-sol este que também é soberbo na freguesia na Fajã-Grande, local de excelência para prolongados banhos de mar e sol.

 



Para pernoitar a ilha dispõe de várias unidades hoteleiras, alojamentos particulares e um aldeamento turístico, onde o tempo parece ter parado.

                                 Fonte:http://pleuston.com/b/?p=40


A ilha das Flores é apenas pequena em tamanho (141,7 km2) e no número de habitantes (cerca de 4000). A sua pequenez foge ao falar de belezas naturais, assim como foge todo o stress do dia-a-dia; da rotina do trabalho; do barulho e caos do trânsito; das filas de espera.

Aqui, apenas vai ouvir o mugir saudoso das vacas, o murmurar do vento, o canto das ondas do mar e das quedas de água.

Se está à procura de um Paraíso, pode ser este o seu destino!

Exibições: 5901

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Natacha Costa em 26 Agosto 2011 às 16:29
Com todo o gosto =) quando voltar de férias preparo o relato deste fim-de-semana "romântico" ;)
Comentário de MyGuide em 25 Agosto 2011 às 14:41
E que tal o relato desse fim-de-semana num artigo MyGuide, Natacha? ;)
Comentário de Joana Sá Pinto em 25 Agosto 2011 às 14:35
Ai que maravilha. Qual Escócia, qual quê...eu quero é ir aqui! ;)
Comentário de Natacha Costa em 25 Agosto 2011 às 12:53

E eu estou nesse paraíso! Com um calor imenso, com um sol brilhante, com um mar digno de uma ilha paradísicaca! Já tinha saudades desta ilha. Estou a aproveitar ao máximo Claudia os dias é que teimam em passar depressa demais...

Joana: Obrigada =) A aldeia chama-se Aldeia da Cuada (http://www.wonderfulland.com/cuada/) e ainda há dias apareceu no telejornal da TVI - http://www.facebook.com/video/video.php?v=1945259320322 já passei lá um fim-de-semana é maravilhoso!

Comentário de Joana Sá Pinto em 25 Agosto 2011 às 12:28
Lindo! Já agora, qual é o nome do tal aldeamento turístico de que falas? Fiquei curiosa!
Comentário de Maria Claudia Rocha Ferreira em 25 Agosto 2011 às 12:03
Um verdadeiro paraíso:D Aproveita querida;)
Comentário de Natacha Costa em 18 Maio 2011 às 19:51

Obrigada =)

 

Comentário de Mariana Oliveira Nunes em 18 Maio 2011 às 19:50
Beautiful!
Comentário de José Silva Garcia Costa em 23 Janeiro 2011 às 23:12
Um olhar sublime sobre uma das mais lindas ilhas do planeta. Parabéns Natacha, pelo artigo, pelas fotos escolhidas e, especialmente, pelo teu bom gosto.
Comentário de Miguel Sur em 23 Janeiro 2011 às 16:47
Que lugar maravilhoso!!!

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Aulas regulares (e para todos) no Museu do Oriente

Criado por MyGuide 5 Jan 2021 at 10:16. Actualizado pela última vez por MyGuide 5. Jan, 2021.

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24. Nov, 2020.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Nov, 2020.

© 2022   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço