PASSEIOS (cá dentro): Príncipe Real, a Lisboa aristocrática e animada

Num cenário adornado por palacetes, museus, antiquários, miradouros e jardins, vive-se a agitação de um bairro cada vez mais cosmopolita.


A contrastar com a idade dos edifícios e das peças que se exibem nos antiquários das suas ruas, o Príncipe Real emana vitalidade. Seja através das famílias que procuram os prazeres dos seus jardins, seja através dos consumidores dos produtos biológicos que são fiéis ao seu mercado dos sábados de manhã, sejam os designer victims, os fãs do artesanato urbano ou só os sedentos de esplanadas e restaurantes que obedecem às últimas tendências, este histórico bairro de Lisboa beneficia de uma especial e crescente animação. Se ainda não conhece bem todos os cantos e recantos, todas as novas lojas ou os bares e restaurantes, aconselhamos a que se faça à estrada munido deste pequeno guia (a pé ou de transportes, porque o excesso de trânsito e a dificuldade de estacionamento é um dos aspectos menos felizes desta zona da cidade!)


Os lugares incontornáveis
Se vai ao Príncipe Real, muito provavelmente vai acabar nalgum destes locais.


Jardim do Príncipe Real

No centro da Praça do Príncipe Real, o jardim França Borges, assim denominado em homenagem ao jornalista republicano, ocupa uma área de 1,2 ha. Projectado ao estilo romântico inglês tem como ponto central um lago octogonal que servia para oxigenar as águas do Reservatório da Patriarcal, estrutura situada no subsolo do jardim e parte integrante do Museu da Água da EPAL.
Entre as espécies que compõem o jardim é o Cedro-do-Buçaço, árvore secular com mais de 20 metros de diâmetro, que merece a preferência dos visitantes. O espaço dispõe ainda de um parque infantil, quiosques e esplanadas.
O jardim recebe todos os sábados de manhã, das 8h às 14h, um movimentado mercado de produtos biológicos, bem como uma feira de artesanato urbano e antiguidades, todos os últimos sábados e segundas do mês, das 10h às 19h.


Jardim Botânico da Faculdade de Ciências

Com uma área de 4 ha, este jardim plantado em 1873 possui espécimes vegetais oriundos de diversas partes do Mundo, e uma grande variedade de plantas originárias das ex-colónias portuguesas. Cicadácias, Gimnospérmicas, palmeiras e figueiras tropicais sobressaem neste jardim que foi classificado como Monumento Nacional em 2010. Pode ser visitado, diariamente, das 9h às 20h, no Verão, encerrando às 18h no Inverno.
Integrado no Jardim está, desde 2006, o Borboletário, a primeira estufa de criação de borboletas da fauna Ibérica aberta ao público. Neste jardim de plantas mediterrânicas, as várias espécies de borboletas podem ser observadas nas diversas fases do seu ciclo de vida: ovo, lagarta, crisálida e adulto. Encerrado ao público às segundas e feriados e entre 15 de Novembro e 21 de Março, abre nessa época apenas para grupos escolares e por marcação.


R. da Escola Politécnica, 58
Entrada: 1,5€, 0,75€ para menores de 18 anos e maiores de 65.
Site: Jardim Botânico da Faculdade de Ciências
Foto de Amigos do Botânico


Museu Nacional de História Natural e da Ciência
Em espaços contíguos convivem o Museu da Ciência, o núcleo de Zoologia e Antropologia do Museu de História Natural, o Museu do Instituto Geológico e Mineiro e o Jardim Botânico. Mais visíveis para o público em geral, para além do Jardim Botânico, são as exposições permanentes e temporárias que o Museu produz ou acolhe.


Horários: De terça a sexta-feira, 10h-17h; Fins-de-semana, 11h-18h
R. da Escola Politécnica, 56
Tel.. 21 392 18 00
Entrada: 4€, 2€ para menores de 18 anos e maiores de 65.


Jardim de São Pedro de Alcântara

Já na fronteira do Bairro Alto, este jardim que sofreu obras de reabilitação em 2008 tem um emblemático miradouro com uma vista espectacular sobre a Lisboa urbana e antiga e o seu castelo, conforme atesta o painel de de Fred Kradolfer, representativo dos principais pontos da cidade que daqui se avistam. Tem um quiosque com esplanada onde apetece ficar.

R. de S. Pedro de Alcântara


Reservatório da Patriarcal

Localizado no subsolo da Praça do Príncipe Real, este reservatório com capacidade de 880m3 tem 31 pilares com 9,25 metros de altura, onde assentam diversos arcos em cantaria que sustentam as abóbadas.
Antes responsável pelo abastecimento de água da baixa, não funciona desde os anos 40, mas a ambiência torna-o um local perfeito para acolher eventos culturais.
Praça do Príncipe Real
Tel.: 218 100 215 / 218 100 217 (Museu da Água)


Praça das Flores

Já a descer para a Assembleia da República, encontra-se esta praça cheia de charme. O seu jardim foi reconstruído há alguns anos, tal como os edifícios de traça tradicional que o rodeiam têm vindo a ser recuperados, atraindo os moradores da classe média-alta. Entretanto, têm aqui chegado os restaurantes de referência, o quiosque e as esplanadas para conversa fiada.


As melhores mesas
De dia - com uma vista deslumbrante ou à sombra de uma árvore - ou à noite, como ponto de partida para alguma agitação nas redondezas, há muito por onde escolher nas imediações do Príncipe Real.


Pizza a Pezzi
A pizzaria daquela que é também a dona dos restaurantes Casanostra e Casanova fornece aqueles que queiram fazer um piquenique no jardim em frente. Vendida a peso, em suculentas fatias rectangulares, apetece a qualquer hora do dia (funciona diariamente, das 11h30 às 02h).
R. D. Pedro V, 84


Carpacceria Infinita
Nas traseiras da loja de design Fabrico Infinito, num aconchegante jardim, servem-se algumas propostas de carpaccio e um brunch aos sábados.
R. D. Pedro V, 74
Tel.: 21 246 7629
Site: Fabrico Infinito


Lost in

No terraço de uma loja de artigos indianos nasceu uma esplanada surpreendente. Não muito longe do miradouro de S. Pedro de Alcântara, beneficia da mesma vista deslumbrante, num espaço bem arranjado com elementos decorativos orientais. A oferta é variada e adequada a todo o tipo de apetites: tostas, wraps, saladas, petiscos da gastronomia nacional, pratos como o hambúrguer vegetariano, caril de gambas ou bacalhau no forno sobre grelos e batata a murro.
R. D. Pedro V, 56
Tel.: 91 775 92 82
Lost In


La Paparrucha
Seguindo os valores da gastronomia argentina, é um restaurante que tem como principal atractivo a carne daquele país, cozinhada na grelha, reservando algum espaço da sua ementa também ao peixe grelhado e às massas.
R. D. Pedro V, 18-20
Tel.: 213 425 333
Site: La Paparrucha


Terra
Não raras vezes apontado como o melhor restaurante vegetariano de Lisboa, está situado num encantador prédio oitocentista, muito perto do Jardim do Príncipe Real, com jardim de árvores centenárias.
R. da Palmeira, 15
Tel.: 707 108 108 / 213 421 407
Site: Terra


Quiosque de Refrescos
Os Quiosques de Refresco, projecto de Catarina Portas e de João Regal, nasceram do desejo de recuperar uma tradição lisboeta, pela perspectiva do espaço, de tempo e de sabor. O jardim do Príncipe Real recebe um desses quiosques que servem, entre outros, limonada, capilé, mazagrã, leite perfumado, mas também empadas de galinha, queijadas de Sintra e sopas.
Pç. do Príncipe Real
Quiosque de Refrescos


Esplanada do Príncipe Real

Aberta diariamente, e até tarde (às 02h) de quinta a sábado, é uma esplanada de ambiente jovem a contrastar com as antiquíssimas árvores que a rodeiam.
Jardim do Príncipe Real
Tel.: 213 431 000


Orpheu Caffé
O Orpheu Caffé pretende recriar o ambiente vivido nos antigos cafés de Lisboa, das tertúlias e das horas esquecidas. Aberto de terça a sábado, das 11h às 24h (domingo encerra às 20h), serve desde pequenos-almoços a jantares.
Pç. do Príncipe Real, 5ª
Tel.: 218 044 499

Poison D’Amour

Pastelaria e salão de chá com sotaque francês, onde não faltam os macarons, os éclairs, os mille-feuilles, os croissants… ou um acolhedor jardim.
R. da Escola Politécnica, 32
213 476 032

Comida de Santo
Autêntica cozinha tradicional do Brasil, num ambiente familiar, descontraído e cheio de sabores: casquinha de siri, caldo de polvo, vatapá, muquecas, feijoada, picanha, sobremesas como quidim, bananada, baba de moça, etc...
Calçada Engenheiro Miguel Pais, 39
Tel.: 21 396 33 39
Site: Comida de Santo


Pão de Canela
Com uma deliciosa esplanada sobre o jardim da Praça das Flores, serve petiscos a qualquer hora do dia e brunch ao fim-de-semana.
Pç. das Flores, 27-28
Tel.: 213 972 220

 

Conventual
Cozinha regional portuguesa em grande estilo num restaurante de referência.
Pç. das Flores, 44/45
Tel.: 213 909 246


Nova Mesa

Menu de fusão, cozinhado com produtos biológicos, num restaurante situado junto à Praça das Flores.
R. Marcos Portugal, 1
Tel.: 213 966 287


The Decadent Restaurante & Bar

Escondido no The Independente Hostel & Suites , trata-se de um restaurante que produz uma cozinha portuguesa moderna, assinada pelo Chefe Nuno Bandeira de Lima. Conta ainda com um bar e um lounge que serve cocktails feitos exclusivamente de ingredientes da estação.
R. de S. Pedro de Alcântara, 81
Tel.: 213 461 381


Noites para todos os gostos
Príncipe Real e Praça das Flores são, desde há muito, zonas que acolhem a comunidade homossexual, partilhando ainda uma aura de boémia intelectual e de vanguarda que emana do Chiado e do Bairro Alto. Com uma oferta a variar entre os bares gay - cada vez mais convidativos para todas as orientações sexuais - e bares cheios de estilo e tradição, a noite adquire aqui uma grande diversidade.


Cinco Lounge

Um lugar para descansar, relaxar e desanuviar com os amigos, companhia de um cocktail ou dois. A oferta de cerca de cem cocktails combina cocktails clássicos e contemporâneos, elaborados com bebidas espirituosas de qualidade e fruta fresca.
R. Ruben A. Leitão 17-A
Site: Cinco Lounge


Pavilhão Chinês

Misto de bar e museu, este espaço nasceu do desejo do seu proprietário de expor a sua colecção de miniaturas. Instalou-a num prédio de 1900, com decoração do início do século. As salas, quais caixinhas de surpresas, sucedem-se. Todas pequenas, intimistas, convidando a uma conversa prolongada, embalada por um dos mais de 40 chás servidos no estabelecimento.
R. D. Pedro V, 89
Site: Pavilhão Chinês


Finalmente
Um pequeno bar que também é discoteca, apresenta os famosos shows de travestis.
R. da Palmeira, 38


Woof Lx
Bar destinado à subcultura bear que abre as suas portas a todos os que o queiram frequentar.
Rua da Palmeira 44 B


E as lojas...

 
Kolovrat 79

R. D. Pedro V, 79
Site: Kolovrat 79

Fabrico Infinito
R. D. Pedro V, 74
Site: Fabrico Infinito


Arquitectónica Empório Casa
R. da Escola Politécnica, 94
Site: Arquitectónica Empório Casa


Empório Casa Bazar
R. D. Pedro V, 65
Site: Empório Casa Bazar

 
Charcutaria Moy
R. D. Pedro V, 111

Exibições: 14324

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Ana Tomasi em 20 Outubro 2011 às 10:43
Por mais que goste de explorar a zona, há sempre novidades: tenho que ir ao tal Decadent!
Comentário de Luis Marques Cotonete em 19 Outubro 2011 às 9:43
Realmente, a ideia que temos do Príncipe Real é muito redutora, Quando nos referimos a esta zona de Lisboa só nos lembramos do jardim e da sua área envolvente e esquecêmo-nos da área envolvente. Claro que o Príncipe Real é isto e muito mais e faltava falar das gentes deste bairro

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço