PASSEIOS (cá dentro): São nossas, são boas e não há Troika que as tire!

Nunca te cansas? A resposta é um forte e redondo NÃO. Não, nunca me canso de estar na praia. Se vou um dia quero ir no outro, se estive 5 horas quero estar 7 ou 8, se estão 20 graus, já é melhor do que se estivessem 15, se está vento, levo um pára-vento, se está sol, um guarda sol. Levo lanche para não ter que sair da praia. Sim, porque esplanada é bom...mas não é praia à séria, meus caros. Mas vou…e se acordo tarde já acho que vou atrasada. Ok, já sei que sou obcecada mas uma louca feliz com esta paixão. Sim, estou com rugas a mais para os meus 34 anos… e pouco há a fazer em relação a isso. Sei que vou ganhar mais algumas, cada uma com história de mar e muita areia.

Praia D. Ana, Lagos(Algarve)

 

Já ouvi de tudo: “é um tempo inútil”, “não consigo estar horas sem fazer nada”, “ com tanta coisa para fazer e estar horas deitada ao sol”… e outras coisas, mais ridículas como “ai o trânsito, ai…que ainda está frio”…”ai que está muito calor”, “as ondas estão grandes” ou o estacionamento é caro, ou difícil, ou inexistente…e, às vezes pergunto-lhes:”Sabem que vivem em Portugal, certo, ou estamos a falar da Finlândia????? Quem vive em Lisboa tem praia a menos de meia hora ( pelo menos em 3 locais distintos, que me lembre) e as horas de sol no nosso país? É até pecado dizê-lo: mas durante pelo menos 6 meses, são mais de 10 horas e não temos praias pagas, muitas delas com acesso por transporte público. Enfim. Os únicos que consigo entender são os que dizem “Eu? Eu não gosto de praia”. Pronto, quem não gosta, é coerente. Não gostam, não vão, e não se fala mais nisso!

Praia da Salema, Algarve


Mas, permitam-me…”inútil”? mas será que estas pessoas só fazem coisas úteis nos fins de semana solarengos de Portugal? Duvido!…e o que é "útil"? a ultima pessoa que me respondeu isto disse-me que nos fins de semana aproveitava para dormir. Ok. Não tenho a pretensão de conseguir explicar porque na verdade é impossível. As pessoas têm vidas e tempos diferentes mas ou a praia é prioridade ou, claro, há sempre algo de mais "útil"... como dormir. Ou se sente este impulso “balnear”..eu diria…ou nada feito. Educa-se mas nunca se chega a viciado.

Peniche ( Mick Fanning)

 

O que dizer sobre um dia de 8 a 10h na praia? Aquele cheiro inconfundível da maré vazia nas Maçãs coberta ainda de neblina misteriosa, as manhãs a apanhar mexilhão ou lapas no Malhão ou nos Aviados, a caminhada longa no areal da Caparica ainda com o mar de pé atrás. Os banhos demorados a saltar ondas no Zavial ou a boiar numa das praias do sotavento algarvio. Areia grossa das praias do norte salpicadas por barracas coloridas. O som estridente das gaivotas em dias de “sueste” na costa sul…as pranchas que rasgam as ondas no Lizandro ou no Baleal. Os pescadores que puxam com esforço as redes, a montanha que abraça a Arrábida, o cheiro a peixe grelhado para um jantar ao pôr do sol…As dunas, as rochas, as algas, o barco que passa ao longe, ler um bom livro ao entardecer, conversar sem parar como se não houvesse amanhã sentada à beira mar…a liberdade nos movimentos, o dia não tem horas e o relógio é o sol. Adoro biquinis e calções coloridos, geleiras recheadas de sandes envoltas em prata, cadeiras voltadas ao mar como num teatro, toalhas de cores vivas que tapam a areia, chapéus pequenos e gigantes para a família inteira, bolas e bolinhas, baldes e pázinhas, poças abreviadas, castelos imaginados, campos de futebol…a banheira gigante que o oceano oferece no verão…os nadadores-salvadores passeiam o bronze. Viva os protectores solares de todos os números, cores e texturas, fitas para o cabelo, e havaianas pelo chão.

Ai…como é bom estar na prainha....

Praia da Rainha, Caparica

 Carrapateira, Sagres

 São muitas, são nossas e não há crise que as leve embora. São um prazer, são grátis, democráticas. Aproveitem-nas!

 

Exibições: 1496

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Milene Cabral em 29 Abril 2011 às 17:15
Inês, adorei o teu comentário porque é isso que é tão bom...essa sensação de paz, de conforto, de entretenimento que a praia oferece de acordo com a nossa disposição!
Comentário de Inês M.C em 29 Abril 2011 às 17:11

Adorei o artigo...que vontade de praia! Temos realmente uma sorte enorme em termos tantas praias e tão diferentes umas das outras! E Inverno ou Verão conseguem sempre transmitir tanto... Arrábida, Sesimbra, Tróia, Guincho, Caparica, Sagres, Costa Alentejana...Meu Deus... Muitas histórias teriam as praias para contar se pudessem falar, mas também tenho que confessar que ao contrário do Pedro, tenho dias... Tanto posso gostar de actividade como o meu trabalho podem ser mesmo só 2 coisas: esturricar ao máximo e o trajecto é basicamente toalha-água; água-toalha lololol OU uma coisa que eu AMO, que é quando o sol se está quase a pôr e se ouve na areia os passos das pessoas, o sono começa a vir e então faz-se aquela sesta à hora do mosquito e da melga mas que sabe a OURO...para mim é PERFEITO! :-p

Comentário de Milene Cabral em 29 Abril 2011 às 17:04
O bom da praia Pedro é isso mesmo....é que é versátil, polivalente e aquilo que cada um "tira" dela pode ser diferente. É por esse motivo que "horas sem fazer nada" e "tempo inútil" não é compatível com a minha visão "praística". fazer desporto ou qualquer outra actividade ligada ao mar é uma forma excelente de "fazer praia". O surf, o bodyboard e mesmo o kitesurf têm evoluído e inundado as praias de uma forma saudável e fantástica para todos! Tb sou fan, mais como espectadora que participante ...mas uma fan! Não é à toa que o Mick Fanning foi parar ao meu artigo!
Comentário de Pedro Castanheira em 29 Abril 2011 às 16:47
Praticamente nasci na praia, nasci na Parede e em casa. Pois é, naquela altura era assim. Hoje, já só consigo ficar na praia se houver ondas, aquela história de ficar de papo para o ar e a estorricar ao sol, nunca fez parte dos meus gostos. Portanto, para andar de barco, fazer Surf ou bodyboard, ou simplesmente andar nas ondas, convidem-me que eu vou.
Comentário de Bitina Santos em 29 Abril 2011 às 15:12

Excelente! è isso mesmo...que se lixem as rugas se na praia recupero o fôlego para a semana seguinte.....!!!Parabéns pelo artigo!

Comentário de Sonia Cabral em 29 Abril 2011 às 15:06
Sinto o mesmo!!
Comentário de Milene Cabral em 29 Abril 2011 às 14:57
é isso "beach fans"....as nossas praias estão para ficar e para nos fazerem muito felizes sempre ( a custo  zero!)
Comentário de Ana Maria Cano Meira em 29 Abril 2011 às 14:50

Viva ao Mar e à praia.

Estar uma semana sem ver mar é duro.

O mar descontrai, é o melhor e mais barato anti todas as ansiedades e depressões. Lava a alma e o espirito. Dá maturidade nas ruguitas  do sol....... é melhor que bom, seja no verão, seja no inverno.

Comentário de Marina Soares em 29 Abril 2011 às 14:42
Moro a 10 minutos da praia, no Inverno, e a mais ou menos uma hora, no Verão, o que faz com que vá lá bastante mais fora das "épocas de ponta". O mar é maravilhoso em todas as estações e para mim, uma ida à praia está sempre de pé, basta que não esteja muito vento...
Comentário de Joana Sá Pinto em 29 Abril 2011 às 13:02
Também pertenço ao teu clube, Milene. Se pudesse, agarrava na toalha e no livro e corria já para uma destas praias!

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Aulas regulares (e para todos) no Museu do Oriente

Criado por MyGuide 5 Jan 2021 at 10:16. Actualizado pela última vez por MyGuide 5. Jan, 2021.

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24. Nov, 2020.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Nov, 2020.

© 2022   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço