PASSEIOS (cá dentro): Tróia, a península que virou resort

Esqueça tudo o que sabia sobre Tróia porque o cenário da península mudou radicalmente nos últimos tempos. É ver para crer!

Se já não vai a Tróia há um bom par de anos, a nossa primeira recomendação é a seguinte: feche a boca! Tudo começa nuns ferries pintados de fresco e acaba… onde quiser, ou melhor, onde a sua bolsa chegar. Durante a visita ou mesmo estada usufrui agora de um sofisticado resort, onde não faltam hotéis e apartamentos de design moderno, campos de golfe, uma marina, uma extensa ciclovia e até um casino. Mas vamos devagarinho para nos habituarmos, tal como fazemos para entrar nas suas águas translúcidas.


Golfinho à vista!

O acesso, para quem vem de Lisboa ou acima dela, faz-se por rio ou por terra, mas os mais românticos preferem a primeira opção. O caminho por estrada, por Alcácer do Sal, com passagem pela Comporta, é mais longo (perto de 140 quilómetros). Já a travessia do rio Sado, desde que bem planeada em termos de horários (os ferries saem a cada meia hora) demora uns escassos 20 minutos e pode oferecer como recompensa a oportunidade rara de avistar um golfinho – roaz do Sado. Na nossa travessia tivemos essa sorte! No entanto, para os que vão com essa fisgada, melhor será marcar um passeio com a Vertigem Azul.


Bem-vindos ao Tróia Resort

Mal o ferry pára, os carros que se fazem à estrada recebem as boas-vindas com alguma pompa. Sinalética, rotundas, uma ciclovia entre o alcatrão e as dunas, são os primeiros indícios de que tudo está mudado em Tróia. Aos poucos começam a aparecer as construções, edifícios baixos de design moderno, construídos em materiais nobres e com alguma preocupação de não chocar com a natureza envolvente. À chegada ao centro temos a tal dificuldade de nos situarmos em relação à antiga Tróia. Marina para um lado, praias para outro, relvados bem tratados, parques de estacionamento subterrâneos, edifícios a brilhar de novos como se ainda estivessem em maqueta.


O que fazer?
Sendo ainda e sempre a praia o atractivo principal de Tróia, não devem ficar esquecidos outros motivos de interesse. É o caso das Ruínas Romanas de Tróia, o complexo de produção de salgas de peixe construído na primeira metade do século I. No primeiro dia de Junho do corrente ano, inaugurou um novo percurso por este sítio arqueológico, com passagem pela fábrica de salga, termas, mausoléu, necrópole e núcleo residencial da Rua da Princesa. A visita pode ser feita de terça a sábado (das 10h às 13h e das 14h30 às 18h30), e têm guia aos sábados, às 15h (Junho) e às quartas e aos sábados, às 10h30 (Julho e Agosto). Custa 5€, e 7,5€ no caso das visitas serem guiadas.

Para quem prefere as paisagens verdes, o golfe é também uma opção em Tróia. O seu campo de 18 buracos, com magnífica vista para o mar e para a Serra da Arrábida, é conhecido como um dos mais belos do país.

Como actividades ao ar livre há ainda a possibilidade de pedalar na ciclovia com 5 quilómetros de extensão, fazer percursos pedestres, visitas à biodiversidade http://www.troiaresort.pt/gca/index.php?id=283 existente na zona, e claro praticar desportos náuticos.

À noite as actividades concentram-se na zona da Marina, no Casino de Tróia  com a sua infinita impossibilidade de jogos e uma sala de espectáculos com uma programação diversificada.

E, claro, a praia!
Quilómetros de praias de areia branca com um mar calmo de um azul gelatinoso que só pede para ser mergulhado ainda são o melhor cartão-de-visita de Tróia. A sua península conta com três praias concessionadas: Tróia-Mar, Tróia - Bico das Lulas e Tróia-Galé. O acesso é facilitado pelos passadiços que pairam sobre as dunas de modo a preservar a sua magnífica vegetação. A extensão das praias é suficiente para permitir ainda o conforto de quem as visita. Mas se aquilo que se quer é espaço, basta apenas caminhar mais para sul porque a costa não tem fim.

Onde dormir?

Apartamentos de diferentes tipologias ou quartos de hotel cheios de design constituem a paleta de oferta hoteleira no Tróia Resort.

Apartamentos Turísticos da Marina
Localizados em frente à marina, junto à zona comercial, dispõem de varandas, cozinha totalmente equipada, estacionamento e limpeza duas vezes por semana.

Apartamentos Turísticos da Praia
Com uma vista privilegiada sobre o Oceano, estão disponíveis nas tipologias T0 a T3, completamente equipados e nalguns casos com terraços privativos com jacuzzi.

Apartamentos Turístico: Contactos


Aqualuz Suite Hotel Apartamentos
O Aqualuz Suite Hotel Apartamentos Tróia é um complexo turístico que envolve as unidades troiamar, troiario e troialagoa. Ao todo são 325 apartamentos - estúdio ou suite - com kitchenette equipada, a que se aliam opções de bem-estar no Wellness Centre (piscinas interiores e exteriores, sauna, jacuzzi, banho turco, serviços de spa, sala de fitness).

Tel.: 265 499 012
E-mail. reservas@aqualuztroia.pt

 
Tróia Design Hotel

O hotel de 5 estrelas situado na marina tem um design único e está virado para o Estuário do Sado. Apresenta um casino, um SPA e duas piscinas exteriores.

Site: Tróia Design Hotel


Onde comer?
Encontrar um local para petiscar qualquer coisa pode ser tarefa difícil para o visitante acabado de chegar. Junto às praias ou na marina descobre a solução, mas não é propriamente barata. No supermercado pode sempre comprar o farnel para levar para a praia. Dentro das unidades hoteleiras também encontra restaurantes prontos a servi-lo.

Púrpura Beach
Situado entre Tróia-Rio e Tróia-Mar, é um restaurante de praia sofisticado, com uma bela varanda sobre as dunas, mas que também conta com uma área que serve as tostas, sanduíches, salgados, sumos e gelados que apetecem comer num dia de praia.
Tel.: 937 970 200

Paka Café Bar
Situado na marina, é café de dia e bar de noite. Propõe um menu de tostas, petiscos, vinhos, digestivos e cocktails.
Tel.: 265 241 593/265 490 929



Site TróiaResort

Exibições: 30923

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de rego em 30 Junho 2011 às 12:59

Boa Tarde, Muito obrigado pela a resposta.

Então vou experimentar a praia da comporta que deve ficar a mas o menos 12 km do apartamento. Espero que vou encontrar lugar por carro la.

Talvez durante a Festas de Nossa Senhora do Rosário de Tróia vai haver mas animação!

 

Comentário de MyGuide em 29 Junho 2011 às 10:54
Olá, ainda bem que gostou. O site já está no artigo (http://www.troiaresort.pt/). Quanto a actividades nocturnas, atrevemo-nos a dizer que esse não é o forte de Tróia. Mas o Casino faz o seu papel, com alguma animação e agenda de concertos (http://www.troiadesignhotel.com/casino_agenda.php). Em relação a praias, para além das citadas, podemos sugerir mais para sul as belíssimas praias da Comporta ou Aberta Nova. Boas férias!
Comentário de rego em 29 Junho 2011 às 10:36
Estou  a escrever porque vi o vosso artículo sobre Tróia que é muito interessante e da-me vontade.
foi a praia de Tróia Mar a 2 anos (porque estivemos em Setúbal) e este ano decidimos de reservar 1 apartamento directemente a Tróia (Banda G) durante 1 semana durante o mês d'Agosto com a minha mulher e a minha filha de 4 anos. (semana do 13 o 20 Agosto).
 
E é pro isso queria perguntar si você pode me aconselhar sobre activadas, piscinas, restaurante, e actividades a noite o me indicar um site Internet porque não consigo encontrar.
 
 E também me dizer qual praia posse escolher porque vamos estar a 250m de Tróia Mar mas também queria ir as ostras praias mas parece que andar de carro la e muito difícil (mas reservei um parque estacionamento o lado do apartamento.) 
 
E parece também a la uma festa durante os dia 14,15,16 Agosto (Festas de Nossa Senhora do Rosário de Tróia)
Comentário de Luis Marques Cotonete em 20 Junho 2011 às 23:06
A península de Tróia, continua a ter lugares e espaços que são um verdadeiro encanto.
Comentário de Tânia Barreira em 18 Junho 2011 às 5:18
Embora concordar com alguns aspectos referidos anteriormente, acho que a aposta que têm sido feita nos último anos naquela península deve sem dúvida alguma ser noticia! è um exemplo de Turismo para o resto do país!
Comentário de Carlos de Almeida Roque em 15 Junho 2011 às 14:40

“Mal o ferry pára, os carros que se fazem à estrada recebem as boas-vindas com alguma pompa. Sinalética, rotundas, uma ciclovia entre o alcatrão e as dunas, são os primeiros indícios de que tudo está mudado em Tróia."

É mais ou menos isto que se passa: sinalética e não sinalização do trânsito como impõem o Código da Estrada e o Regulamento de Sinalização do Trânsito (RST) e "rotundas" assim designadas, mas que não o são em parte alguma do mundo.

Posso explicar fundamentadamente estas afirmações, não sendo este o local mais próprio. Todos criticam as rotundas (mas não os "mamarrachos", muitas vezes perigosos, que os autarcas insistem em colocar na placa central), mesmo as bem concebidas, que são na generalidade melhores soluções do que os cruzamentos e entroncamentos de nível (têm muito menos pontos de conflito e promovem a acalmia do tráfego). Estas "rotundas", que como disse não o são, cuja concepção é ininteligível, são elogiadas. Eis o país que temos!

Vou para Tróia há mais de trinta anos (antiga Torralta) e tenho casa em Soltróia há cerca de 18 anos. O chamado Tróia Resort é, na minha opinião, um labirinto sem regras que começa exactamente, quando se sai do ferry e nos dirigimos para Norte, com a primeira "rotunda".

Já agora não existem estradas de alcatrão no nosso país, pelo menos construídas nos últimos 40 anos. O que é usado como ligante é o betume asfáltico, pelo que devem ser designadas como "estradas asfaltadas". Neste caso seria, talvez, "entre o asfalto e as dunas".

Carlos de Almeida Roque

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

EM DESTAQUE

© 2017   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...