TENDÊNCIAS: eVolo Competition premeia os melhores projectos de arquitectura

Todos os anos, os apaixonados pela inovação arquitectónica participam na competição “eVolo Competition”.
O júri é composto por especialistas nos campos da arquitectura e design, que se reúnem para escolher os concorrentes com as ideias mais extraordinárias, capazes de redefinir o design de arranha-céus. Para tal os participantes deverão recorrer às novas tecnologias, materiais, programas, estética, e organização espacial, assim como estudos em áreas como a Globalização, flexibilidade, adaptabilidade e revolução digital.


Para alem das menções honrosas existem ainda os chamados “Waterscrapers” um conceito de edifício inovador, semelhante a um arranha-céus mas que se situa na água e que cresce da superfície para o fundo do mar. Estes edifícios ajudam a limpar derrames de petróleo e a dessalinizar a água do mar, são autênticos arranha-céus invertidos que constituem autênticas cidades utópicas, com torres de reciclagem e enormes edifícios capazes de armazenar a energia solar, cemitérios verticais, parques de diversões, quintas de peixes, e até montanhas vivas para os climas mais desérticos.


Outras propostas procuram aproveitar as mais recentes tecnologias na construção de edifícios e design para desenvolver estruturas amigas do ambiente e edifícios auto-suficientes.


O Júri elegeu três vencedores e 32 menções honrosas. A revista eVolo recebeu, no total, 715 projectos de todos os 5 continentes e de mais de 95 países diferentes.

 


O Pódio:


O primeiro lugar foi entregue ao Atelier CMJN (Julien Combes, Gaël Brulé) da França pelo seu “LO2P Recycling Sckycraper” em Nova Deli, na Índia. O Projecto foi desenhado como uma turbina de vento em grande escala que filtra o ar poluído com uma série de membranas que recolhem as partículas do ar.


O segundo lugar foi entregue a Yoann Mescam, Paul-Eric Schirr-Bonnans e Xavier Schirr-Bonnans também da França por um projecto de arranha-céus horizontal em forma de cúpula capaz de recolher a energia solar e aproveitar as águas das chuvas para alem de preservar o tecido urbano existente ao nível do solo graças às suas enormes clarabóias.

 


O terceiro lugar ficou para Yheu-Shen Chua do Reino Unido pelo seu projecto que reinventa a barragem de Hoover nos Estados Unidos como um arranha-céus inabitável que une no mesmo espaço a barragem e uma galeria, aquário um miradouro que interage com a queda de água directamente.

 

Créditos: http://www.evolo.us/


Exibições: 384

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço