VIAGENS (lá fora): "Cape Verde no stress"

Confesso que quando optei por esta viagem, já muito perto do dia da partida, muita gente me colocou dúvidas sobre o facto de eu viajar sozinha, que iria detestar... Pois bem, foi totalmente o oposto e fiquei com vontade de não ter pedido mais dias :).Como dizem os Locais, Cape Verde No Stress :).Fui muito bem recebida quer pelo operador Soltropico através dos seus funcionários, quer pelo Hotel Riu Funaná.Em momento algum me senti realmente sozinha.Relativamente ao Hotel foi uma excelente escolha, pois o Funaná por ser o mais antigo é o mais bem situado, quer em relação à praia quer em relação ao almoço. No Hotel Garopa não servem almoço a não ser no restaurante da piscina, e aí a ementa é algo repetitiva. Fiquei alojada no bloco 3 que fica a meio do complexo, por assim dizer. De salientar que o hotel esta em constantes renovações e actualmente dispõem nos seus quartos tv LCD e sintoniza canais portugueses (sempre dá para manter as noticias actualizadas). O hotel e praia mantêm várias actividades ao longo do dia e assim que possível envio o que me entregaram à chegada do Hotel. Foi nos fornecido um mapa, com várias opções, desde locais de refeição, horários, quais as actividades, os locais e horários das mesmas. Posso dizer que passei os meus dias, entre o zumba, aquagym, aeróbica, piscina, jacuzzi.... e a ler um bom livro. Quanto a praia, a água é quente, cristalina, conseguimos ver os peixes na orla da praia, mas a desvantagem é a ondulação, principalmente para quem não sabe nadar como eu. A praia é vigiada, e a bandeira esta normalmente amarela. Podemos usar aqui a toalha do hotel. Eu como viajante sozinha optei por contratar os tours, achei mais fiável, embora junta à praia existem varias outras pessoas vendendo tours. O problema é que alguns deles não sabemos se estão devidamente legalizados e viaja-se na parte de trás de uma pickup em bancos improvisados. É mais barato, mas não compensa o risco, ate porque o seguro de viajem não cobre. Eu paguei €25 por meio dia, mas a viagem foi em autocarro com ar condicionado. Vimos os pontos mais interessantes da ilha, desde Espargos, Olho Azul, a Buracona, as Salinas (paga-se €5,00 para entrada + €1,00 para banho de água doce). Fiz também uma tarde em catmaran €40,00 com direito a snack (basicamente umas bolachas e salgados típicos e coca cola ou água). O objectivo era ver os golfinhos e baleias, mas apenas vimos tartarugas e peixes voados. Mesmo assim, foi uma tarde deliciosa. Em ambos os Tours tivemos direito a um paparazzo que nos vendia o cd com fotos nossas e da ilha e algumas musicas típicas por €20/tour. Uma das coisas que o guia nos alertou foi para o facto de necessidades básicas na ilha a nível educacional, pelo que nos pediu para em algum momento dar esmolas. Pediu sim, para os próximos viajantes levarem na mala, material essencial de estudo, como cadernos, lápis, canetas, borrachas... livros, o que estiver ao nosso alcance. Actualmente aquelas crianças devido ao dinheiro fácil das esmolas, estão a abandonar cada vez mais uma escola, que é obrigatório ate ao 6º ano. Nota Importante: à chegada ao hotel temos de pagar ao mesmo €2, por noite de estadia e por adulto e criança a partir de uma idade que já não me recordo, mas posso confirmar posteriormente.Recomendo no Hotel, experimentarem o restaurante Cabo Verde e a sua deliciosa cachupa. Nas refeições do hotel só tenho a dizer bem, ao contrario de outras pessoas que por lá passaram, pois mantive a mesma postura que mantinha cá e em casa, ou seja o mesmo tipo de pequeno-almoço, o mesmo modo de almoçar ou jantar, isto é: sopa, um prato e sobremesa. Há uma enorme variedade de refeições servidas em bufett e 2 vezes semana ainda faziam noite temáticas ( na minha semana foi espanhola e portuguesa). E se eu disser que faria mais uma semana sem repetir as mesmas refeições, estando o hotel programado para servir o mesmo semana após semana? Os espectáculos nocturnos no hotel são também divinais. Passei bom momentos. E também tem discoteca... ate 2h da manha. Caso alguém pretenda ir a uma fora do hotel, o guia organiza uma ida as mesmas ou ate os próprios funcionários do hotel. Relativamente ao Visto, não há inconveniente se tiver de ser tratado à chegada, no aeroporto. Aquilo basicamente é pagar e estamos aviados, pelo que vi por outra pessoa que não levou Visto daqui. O transfer excelente, em autocarro com ar condicionado e acompanhamento personalizado. O Voo, bem, em tudo foi o que mesmos correu bem... isto porque como o voo Porto_Lisboa atrasou por pouco perdia a ligação Lisboa_Sal. Mas mesmo com toda a correria no aeroporto de Lisboa, correu tudo bem.Agradeço a forma como a bolsa oferecida por vocês estava organizada. Foi fácil eu conseguir ser uma primeira viajante.Bem, o testamento vai longo, mas como adorei a viajem não seria de esperar outra coisa :)Nota Positiva em tudo. Recomendo vivamente a Ilha do Sal e os Hoteis Riu, e claro a TravelTailors Portugal - Turismo Activo, Lda. E não, Ferias em Cabo Verde não é só para casais, pessoas sozinhas até podem ter umas ferias bem melhores ;)

Testemunho de Armanda S., sobre a sua viagem à Ilha do Sal, em Setembro 2014.

http://www.travel-tailors.com/

Exibições: 1076

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide terça-feira.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9 Nov.

Contagem decrescente para o Halloween

Criado por Agenda MyGuide 21 Out 2020 at 12:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 30 Out.

© 2020   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço