VIAGENS (lá fora): La Gomera - Um paraíso entre ilhas

A porta de entrada faz-se por Tenerife, a ilha mais turística das Canárias. Também lá iremos, mas por agora convido-os a visitar La Gomera, por onde se chega apenas por mar e daí se avista um paraíso quase perdido. Apenas com 370 km² de área, La Gomera é a segunda mais pequena das principais ilhas daquele arquipélago. A sua forma circular e o imenso verde sobre os barrancos dão a esta pacata ilha uma visão de refúgio mais-que-perfeito.

Se todos os caminhos vão dar a Roma, como costumamos dizer, os trilhos de La Gomera desembocam todos no pico de Garajonay, que atinge a altitude máxima nos seus imponentes 1487m de altitude. Aqui mesmo, no centro da ilha, a vista surpreende-se a toda a volta, tantos são os percursos que imaginamos poder percorrer. Teremos de fazer escolhas, naturalmente, mas o pico de Garajonay estende-se por variadíssimas direcções, com ravinas escarpadas e barrancos, de onde se chega à floresta típica da Macaronésia, a laurisilva, caracterizada pela sua vegetação exuberante.

La Gomera é, por isso, ideal para os amantes de caminhadas e da natureza, convidando à evasão e ao descanso, não fosse o Parque Nacional de Garajonay uma área protegida, a bem da conservação da natureza, sendo uma das zonas reconhecidas pela UNESCO. As suas múltiplas ravinas escondem histórias ainda mais fantásticas, como aquela linguagem assobiada a que chamam o Silbo (silvo), uma forma original de comunicação inventada pelos habitantes aborígenes da ilha, os guanches, que seria adoptada pelos colonizadores europeus do século XVI, sobrevivendo assim à extinção dos guanches. O Silbo é hoje é objecto de políticas de conservação, sendo aprendida nas escolas da ilha.



Uma outra história que distingue La Gomera, identifica a ilha como elemento histórico bem próximo de nós. Conta-se que Cristóvão Colombo fez em La Gomera a sua última escala antes de atravessar o Oceano Atlântico, em 1492. A casa da localidade de San Sebastián onde pernoitou é hoje uma atracção turística. Poderíamos bem imaginar Colombo a deliciar-se com a gastronomia local. Os vinhos produzidos na ilha têm um carácter único, distinto, preferencialmente consumido com queijo local e carnes grelhadas de porco e de cabrito, a especialidade gastronómica da ilha.

A ilha de La Gomera faz parte da Província de Santa Cruz de Tenerife, está dotada do seu Cabildo Insular e é dividida em seis municípios: Agulo, Alajeró, San Sebastián de la Gomera (a capital), Hermigua, Valle Gran Rey e Vallehermoso. A Norte, igualmente surpreendente, encontraremos o Castillo del Mar, fortaleza medieval virada ao imenso Atlântico, desde 1890 quando foi construída, é agora um acolhedor Centro Cultural, reconstruído em 2001, onde não faltam espectáculos e outras ofertas culturais.

Visitada La Gomera, um paraíso entre ilhas, regressaremos de novo à mais agitada e turística Tenerife, a ilha mais povoada das ilhas Canárias, dominada pelo vulcão Teide, na mais alta montanha de Espanha. Ainda de passagem pelas Ilhas Canárias, ligada a Tenerife, não deixe de visitar a cidade de San Cristóbal de La Laguna, declarada Património Mundial pela UNESCO.

A pouco mais de duas horas de avião da Península Ibérica e a quatro horas das principais cidades europeias, as Ilhas Canárias, Tenerife e La Gomera, prometem ser um destino de eleição que vale a pena visitar.

Nota: Artigo publicado no MyGuide em Junho de 2011, agora novamente colocado em destaque.

Exibições: 1314

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Marina Soares em 28 Junho 2011 às 10:38

Muito bem, Miguel, estou a aqui a "silbar" de inveja... da tua viagem e do teu artigo.

Dizes que só de barco, não é? E onde se embarca? Quanto tempo de viagem marítima? Uma coisa asssim tipo Pico-Faial?

Comentário de Milene Cabral em 27 Junho 2011 às 22:09

Miguel, estou fascinada. Já tive em Tenerife e Gran Canária mas acho mesmo que tens toda a razão, estamos a falar de uma paraiso entre ilhas. Nunca pensei que La Gomera fosse tudo isto que descreves com palavras e imagens fabulosas! sem duvida a conhecer!

 

Comentário de Filipa Studer em 27 Junho 2011 às 22:05

Olá Miguel, excelente artigo!

Também não conhecia. Fiquei fascinada com a linguagem do Silbo. 

Fiquei a pensar sobre que coisas maravilhosas devem conversar os pássaros...

Comentário de Rui Mesquita em 27 Junho 2011 às 21:47

Miguel, mas que fotos soberbas :)

Não conhecia e já apontei. Obrigado!

 

Excelente artigo.

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço