VIAGENS (lá fora): O verdadeiro Maltês

Pouco sabia sobre Malta. Tinha ouvido comentários vagos, hesitantes sobre esta ilha do Mediterrâneo. Conduz-se pela esquerda, fala-se uma língua estranha e não está inundada de zonas balneares turísticas preparadas e arranjadas para “inglês” ver. Sim, é verdade. Malta é diferentes das suas vizinhas que salpicam este mar de festa e areais brancos. Mas tem, certamente, muito mais para contar do que peles bronzeadas e noites de arromba até o sol raiar.

 

 

A História vive em Malta como um livro aberto com páginas de diferentes cores, formatos ou espessuras. É como um cenário de filme mas onde vários realizadores participam e deixam uma marca profunda, visível até hoje na sua personalidade singular.Malta não é óbvia, banal ou forçada, tornando-a ainda mais interessante a cada dia de descoberta. As suas cidades são genuínas e mantêm o carácter firme de quem não cede facilmente aos caprichos do turista mais insistente.

 





Está calor. Um calor dos diabos. Deixo o meu hotel em Bugibba bem juntinho ao mar e parto em direcção ao terminal de autocarros. Ouvi dizer que o “bus” por aqui nos leva a todo o lado e de uma forma especial. Não me enganaram. Seria uma experiência a repetir durante todos os dias da minha estadia. Quem resiste a estes “charutos” pintados de amarelo e laranja já de meia-idade, que parecem ser tirados de um museu ? Ar condicionado? Não. Nada disso.Portas abertas. Ou melhor, escancaradas durante toda a nossa viagem tornando mais respirável os 35 graus, secos e abafados deste Setembro mediterrânico. Os condutores são mecânicos de 1ª classe, aptos a reparar cada mania destas relíquias vintage que dão vida a este cenário de pedra amarela que cobre a ilha. A condução “ao contrário” provoca sempre alguma ansiedade mas em Malta esse, é sem dúvida, o menor dos problemas…falar ao telemóvel durante toda a viagem é algo comum para os condutores malteses. Tal como enviar sms, comer, ou falar animadamente com algum passageiro habitual, virando-se várias vezes para trás enquanto o bus, como que ensinado, continua a serpentear as estradas do litoral ou chega a mais uma cidade milenar como Mdina, Rabat ou Mosta. Se é assustador?Claro! Já não basta estarmos sempre convencidos que vamos bater de frente a qualquer instante? Mas, rapidamente nos habituamos a esta viagem alucinante mas “very typical” nas ruas de Malta. Aliás, também não temos outra hipótese. Não há qualquer esforço para amenizar a realidade para o turista. Mas não ficamos por aqui…estes autocarros são autênticas obras de arte, expressão única da personalidade dos seus condutores, suas casas, seus companheiros. Guardam aqui as recordações, memórias, superstições. Santos pendurados, Cristos Crucificados baloiçam no espelho retrovisor. Emblemas futebolísticos e fotos de família forram as laterais. A manutenção ao longo dos anos por parte dos seus proprietários confere um grau de customização elevado. Os detalhes decorativos são diversos mas sempre ímpares. Desenhos , pinturas, figuras, flores…tornam cada um destes veículos, manifestações exclusivas da imagem, da vida em Malta. Da monumental La Valetta até à animação de Sliema ou Julian´s Bay ou de Bugibba ao mercado de peixe de Marsaxlokk passando pelas praias de Melieha ou Golden Bay…não há local onde não passe este genuíno maltês de cadeiras de couro. Velho? Não. Vintage.

 


By Milene Cabral, Mar 2011

Exibições: 564

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Milene Cabral em 16 Junho 2011 às 22:12
sim, amiga lembro-me bem...sei que nem sempre gostaram...mas confesso que fiquei agradavelmente surpreeendida. A nossa amiga Rute lá está para o Dubai, tenho saudades dela
Comentário de Rita Silvério em 16 Junho 2011 às 22:00
estive 2x em malta, uma com a nossa amiga Rute há uns bons 10 anos e voltei la em Lua de Mel entre outras paragens que fizemos e foi sempre especial
Comentário de Rubina Campos em 12 Junho 2011 às 21:59
La Valeta, para mim, mais parecia uma cidade de bonecas, fiquei com a sensação de ser tudo muito concentrado num espaço só mas muito carateristico e com uma luz bonita, e estive lá no inverno...bonita imagem
Comentário de Carlos Gilberto Menezes Cabral em 31 Maio 2011 às 20:54
Um autocarro muito original!!! Não conhecia.
Comentário de Sonia Cabral em 28 Maio 2011 às 18:55

heheheheheheh...no maximo traria o maltês!! :-)

obrigada! so há no verão, certo? preferia mais na primavera, no pico do verão parece-me um pouco quente demais para mim...mas obrigada na mesma pela informaçao

Comentário de Milene Cabral em 28 Maio 2011 às 18:15

Directo! Charter! ( só que não trazia o chinês), hehehehehehe

Comentário de Sonia Cabral em 28 Maio 2011 às 18:13

Miléne, foste como para Malta? foi voo directo de Lx? Obrigada

Comentário de Rute Neto em 27 Maio 2011 às 14:52

Adorei, adorei...e eu que nem gosto de "buses"! :-)

 

Comentário de Sonia Cabral em 19 Maio 2011 às 11:22
Adorei! Parabéns! Mais um local a juntar à minha (já longa) lista de "to go"!
Comentário de Marina Soares em 7 Março 2011 às 18:31
São lindos! Parecem brinquedos...

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço