VIAGENS (lá fora): Peru, um destino com muito para oferecer

O Peru é um dos destinos excecionais que o mundo tem para oferecer e que possui locais maravilhosos que convidam a uma exploração cuidada.

Descreverei esta minha viagem ao longo de 15 dias a um destino fascinante, e que extravasou largamente as expetativas, o que revela muito do que este destino da América Latina tem para oferecer. O fascínio do Peru ultrapassa largamente Machu Picchu.

O périplo desta viagem iniciou-se com um voo Porto - São Paulo (Brasil), para a necessária escala antes de chegar ao Peru. Por questão de comodidade esta foi a escala escolhida, embora em termos de opção mais barata, deva recomendar uma viagem via Madrid, que normalmente proporciona preços mais convidativos.

Após esta paragem em terras de Santa Cruz, rumei a Lima em voo da TACA, chegando a esta capital património da Humanidade, algumas horas depois para enfrentar o seu calor húmido e tomar conhecimento que nesta cidade nunca chove! A cidade de Lima foi fundada a 5 de Janeiro de 1535, assumindo um papel primordial como ponto colonial espanhol na América Latina.

O Convento de São Francisco, fundado por Fancisco Pizarro, merece uma cuidada visita dado ser um dos maiores complexos religiosos deste género na América Latina e por representar igualmente a união dos estilos colonial espanhol e peruano. A praça de Armas, a Casa do Arcebispo, bem como o Porto de Callao, mostram um pouco do esplendor de outrora desta bela cidade.

O bairro de Miraflores onde se situam a maioria dos hotéis é um local igualmente a visitar pela sua animação constante e lojas convidativas. Após este primeiro contacto com o Peru e as suas belas gentes rumei em seguida a Paracas e às Ilhas Ballestas, um pouco a sul de Lima, e que representa uma importante reserva natural, sendo a visita à mesma altamente recomendada.

A visita a parte da Reserva e às Ilhas Ballestas é efectuada de lancha, sendo que a primeira visualização após deixarmos o continente é o magnífico "candelabro", um desenho esculpido numa encosta, que obteve este nome dado o seu aspecto similar a uma candelabro. Ninguém conhece efectivamente o seu propósito, sendo um dos inúmeros mistérios peruanos que nos avivam a curiosidade. Chegando às Ilhas Ballestas somos brindados com uma incomensurável quantidade de aves que voam e sobrevoam estas ilhas fazendo-as seu território exclusivo aparte a companhia de um homem que habita as mesmas! Neste local juntamente com a quantidade enorme de aves é possívvel observar uma colónia de leões marinhos que fazem os seus gritos ecoar nas escarpas e pinguins que igualmente habitam a região. Único e indescritível.

Após esta magnífica visão da natureza, rumamos a Nazca para outro dos mistérios peruanos e que nos assombra verdadeiramente. Nazca é uma cidade no deserto peruano que deu o seu nome às famosas linhas situadas ao redor da cidade e que apenas podem ser avistadas de avioneta que parte de um aeródromo próximo e que nos permite visualizar animais esculpidos no deserto, com dimensões enormes e cujo propósito e significado ainda hoje se discute. Atribui-se os mesmos a linhas indicadores para rituais religiosos, ou para indicação de linhas de água, mas verdadeiramente poderemos nunca saber com certeza absoluta. Fascinante e único.

Depois de Nazca rumamos à bela cidade de Arequipa, cujo centro histórico é igualmente considerado património da humanidade onde se encontra o único Mosteiro de Santa Catalina, onde centenas de freiras viveram enclausuradas nos seus ritos religiosos. Conhecida como a cidade branca peruana, grande parte das suas construções inclui o "Sillar", pedra branca vulcânica, que a torna característica.

Rodeada de vulcões é a porta de entrada sul dos Andes e igualmente do Cañon del Colca, o Canyon mais profundo do mundo, sendo a sua profundidade a dupla do Grand Canyon nos Estados Unidos e sendo igualmente o local onde se pode visualizar um dos símbolos do misticismo peruano, o Condor, sobrevoando as terras outrora pertencentes aos incas. Local único para caminhadas e para nos embrenharmos um pouco mais na cultura andina.

De Arequipa parte-se numa viagem com destino a Puno, situada nas margens do Lago Titicaca, que serve de fronteira com a Bolívia e onde poderemos continuar a mítica viagem, visitando as Ilhas Flutuantes, onde habitam populações regulares, assim chamadas, porque literalmente flutuam, dado serem constituídas pela junção de "tutura" planta indígena que permite que as habitações sobre si possam ser construídas. No Lago Titicaca poder-se-à igualmente visitar a Ilha Taquile onde os habitantes ainda falam a antiga língua inca, o Quechua, embora a ilha se situe numa zona Aymara.

Saindo de Puno, rumamos à antiga capital Inca, igualmente património da humanidade, e que nos deixa absolutamente sem palavras.

Cuzco é uma das cidades mais belas que visitei, oferecendo a cada esquina algo que nos transporta para outra dimensão e donde não queremos partir. A própria cidade de Cuzco está repleta de locais históricos a visitar sem dúvida, com a sua magnífica catedral a servir de prólogo perfeito! Rumando pelas suas ruas é possível visualizar a impressionante amálgama de edifícios coloniais e incas resultando tudo isto num local único. O seu fundador inca, Manco Cápac, talvez não ficasse agradado com a arquitectura colonial, mas definitivamente ficaria com os olhos bem abertos.

Nos arredores de Cuzco a imensidão de locais a visitar é tal que se torna difícil a escolha. Recomendo uma visita ao mercado de Pisac onde parece que estamos numa outra época, Ollantaytambo, por muitos considerado um local inca de maior esplendor que Machu Picchu, e onde todo o misticismo, técnicas incas e o sagrado se encontram bem presentes. A cidade está construída em forma de Lama sendo que todos os anos o seu "olho" é iluminado pelos raios de sol. Sacsayhuaman, local onde se realiza o festival ao Deus do Sol, Inty Raymi, que congrega toda a população dos arredores para proclamarem o sagrado.

A visita ao Peru termina com a visita a Machu Picchu, local apontado por muitos como uma das sete "redutoras" maravilhas, sendo de facto impressionante. Acima de tudo o local representa a proclamação do sagrado, das divindades e da união com a natureza. O local impressiona pela sua dimensão, localização, mas acima de tudo simbolismo. Todos procuramos o nosso Machu Pichu. No Peru está materializado.

Divirtam-se.

 

Transportes: Cruz del Sur http://www.cruzdelsur.com.pe

Organização: Possível organização e pedido de reserva de bilhetesde transporte à Peru Expeditions

http://www.peru-expeditions.com

Nota: artigo publicado em Junho de 2011, e de novo destacado em Setembro de 2014.

Exibições: 1118

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Nuno Miguel de Oliveira Costa em 7 Junho 2011 às 16:46

Aguardaremos pacientemente! De facto para uma criança será muito exigente! Para um adulto também o é! Cuidado com o "soroche", a chamada doença da altitude, que me afectou quando cheguei aos 5000 metros próximo de Arequipa. 

É necessário efectuar uma adaptação de pelo menos 3 dias, para evitar o mal! Eu não o fiz. Erro de principiante!

Comentário de Marina Soares em 7 Junho 2011 às 14:59
Exacto, o Inca Trail. Não me esqueço da reportagem, não, mas ainda me faltam uns anitos... A minha filha ainda tem as pernitas curtas para trilhos de 4 dias e nem pensar deixá-la em casa para uma destas!
Comentário de Nuno Miguel de Oliveira Costa em 7 Junho 2011 às 9:24

Obrigado Rui.

Aconselho vivamente!

Comentário de Nuno Miguel de Oliveira Costa em 7 Junho 2011 às 9:24

Marina, por falta de tempo optei por chegar a Machu Picchu de comboio, com partida em Cuzco. A viagem é agradável embora o comboio ande lenta, lentamente. Na última estação, Águas Calientes há que seguir num mini bus até Machu Picchu. Independentemente da forma de chegada a Machu Picchu a visão é arrepiante. Verdadeiramente deslumbrante.

O trilho pedestre que falas é o chamado Inca Trail que demora sensivelmente 4 dias, e que passa por várias aldeias incas até chegar a Machu Picchu. O percurso, quem o fez indica que de facto é único. Há que contar no entanto com a dureza do mesmo, nomeadamente o factor altitude, que provoca muitas dificuldades. O percurso segundo me recordo está de facto limitado a um número de turistas anual e com acompanhamento de guia local. Nada que estrague a beleza! Se o fizeres não te esqueças da reportagem! :)

Comentário de Rui Mesquita em 7 Junho 2011 às 1:23

Esta é efectivamente uma viagem a fazer. :)

 

Bom artigo Nuno.

Comentário de Marina Soares em 6 Junho 2011 às 23:32
Só por curiosidade, como chegaste até Machu Picchu? Eu adorava fazer aquele trilho pedestre que sobe a um nível mais elevado que as ruínas e depois de desce para lá no último troço, mas li não sei onde que agora está limitado a poucos turistas por ano e só pode ser feito com uma dessas empresas locais.
Comentário de Nuno Miguel de Oliveira Costa em 6 Junho 2011 às 16:10
Sim, de facto é ir à aventura! E o Perú proporciona descobertas incríveis. A Cruz Del Sur oferece percursos para várias partes do Perú a preços acessíveis, logo é só escolher. São pontuais, logo não deverão haver muitas surpresas. A partir de Madrid com sorte consegue-se viagens a 600,00€ para Lima. O resto fica ao gosto de cada um!
Comentário de Marina Soares em 6 Junho 2011 às 16:05
Obrigado. Por acaso tenho mesmo essa ideia, nada de escolher um pacotinho todo planeadinho... É ir à aventura!
Comentário de Nuno Miguel de Oliveira Costa em 6 Junho 2011 às 15:57

Marina, não percas a oportunidade! É de facto uma viagem soberba. Excedeu as minhas expectativas.

DICA: Fica muito mais barato reservar directamente os hotéis, ou comprar um programa numa agência peruana!

 

Comentário de Marina Soares em 6 Junho 2011 às 15:50
As tuas fotos são uma maravilha! Esta é uma viagem que eu quero, sem dúvida, fazer nos tempos mais próximos.

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Eventos em Destaque

Julho 2020
DSTQQSS
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
       

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2020   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço