PASSEIOS (cá dentro): O Sul do meu contentamento

Virei costas a Lisboa, e ao aroma aos manjericos, e rumei para aquele que ameaça ser o meu ponto cardeal favorito nesta altura do ano, o Sul.  O mês de Junho é para mim um prefácio das férias grandes, por isso sou fiel a escapadelas nesta altura, ainda mais quando o sexto mês do ano oferece férias com cereja no topo do bolo.  Senão vejamos, a época balnear já está oficializada, os dias são longos, as temperaturas minimamente estáveis, aparte alguns (maus) humores de S.Pedro e ainda assim, se consegue usufruir da tranquilidade dos locais e de areais despojados de densidade humana.  Perfeito, pois claro. Diria mesmo sublime para quem, efectivamente, pretende descanso.

 

Sou uma apaixonada pelo Alentejo, adoro a costa vicentina, por isso foi fácil dispensar grande parte da auto-estrada e optar pelas estradas nacionais para me dirigir ao Algarve. Pelo caminho aligeirei as saudades de muitos locais que me obrigo a revisitar de tempos a tempos para que os veja crescer sem perder pitada. Deles parto sempre de barriga cheia com boa comida alentejana a saber a mar, com mais fotografias prontas a engrossar os álbuns de férias e com aquela sensação de ter partilhado um recanto abençoado do mundo.

 

No Algarve, fiquei em Lagos, um local encantador com praias que facilmente são escolha para um guia da região. Não fossem as águas (demasiado) frias, pouco convidativas a banhos demorados, e seria para mim um dos melhores locais para se fazer praia nesta altura do ano. Assim, e porque a temperatura do mar afasta esta cidade do pódio, concedo-lhe o estatuto de “miss fotogenia”. Infelizmente a crise económica actual parece justificar as praias vazias e os hotéis quase em regime exclusivo. No entanto, se nos alhearmos do motivo que leva  ao reduzido número de pessoas, a tranquilidade inesperada, num local tipicamente sobrelotado, não deixa de ser agradável. Houve tempo para uma saltada à vila de Sagres, local sobejamente apetecível para ser apreciado por quem gosta de mar e seus derivados e se delicia com bom peixe e marisco. Por aqui é possível reconhecer os recortes geográficos deste país à beira-mar, numa vila que tem sabido crescer na devida medida com uma oferta de qualidade e mantendo alguns dos seus tesouros antigos.

 

Sol apanhado na praia intercalada com piscina e nos passeios pelos pontos mais interessantes da região; almoços com o mar por perto, jantares informais enquanto a pele descansa do contacto com o calor do dia; conversas salteadas e à solta com o vento, foram o mote para uns dias de descanso que ficam por aqui registados.

 

 

 

 

 

Para saberem o que visitar em Lagos e Sagres, consultem aqui e aqui.

Exibições: 466

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Ana Tomasi em 21 Junho 2012 às 15:18

É sempre bom lembrar que o Algarve está sempre ali à mão... mesmo sem ser Agosto! Gostei.

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Aulas regulares (e para todos) no Museu do Oriente

Criado por MyGuide 5 Jan 2021 at 10:16. Actualizado pela última vez por MyGuide 5 Jan.

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24. Nov, 2020.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Nov, 2020.

© 2021   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço