PASSEIOS (cá dentro): O Românico português espera por todos!

A Rota do Românico do Vale do Sousa apresenta-se ainda como uma ilustre desconhecida para a maioria dos cidadãos deste país e pasme-se para muitos dos habitantes dos concelhos onde a mesma se insere, apesar de devidamente sinalizada e com um excelente sítio na internet de apoio à divulgação e conhecimento da mesma.

A primeira questão que se coloca e que convém esclarecer e/ou relembrar será o que entendemos efectivamente como Românico. Ora o Românico caracteriza-se essencialmente como arquitectura religiosa, que teve o seu aparecimento na Europa (Portugal incluído) durante a segunda metade do século XI e inícios do século XII, estando essencialmente representada no nosso país no Norte e Centro, em locais de peregrinação ou de passagem dos mesmos, apresentando estruturas fortes que reforçam o seu carácter de monumentalidade associados aos mesmos. Nestas encontravam-se mormente as relíquias, que configuravam o seu objecto de peregrinação.

A Rota do Românico do Vale do Sousa é composta por duas rotas onde se destacam 21 monumentos de extrema beleza e enquadramento subliminar onde a descoberta destes se alia à descoberta dos territórios envolventes, das suas gentes e da sua magnífica gastronomia!

Destaco 3 monumentos de características diferentes mas a visitar sem a mínima dúvida!

Mosteiro do Salvador de Paço de Sousa: Resumidamente, a fundação deste ilustre monumento provém da família Ribadouro de onde provém Egas Moniz, responsável pela educação de Dom Afonso Henriques e responsável pelo levantamento do cerco à cidade de Guimarães. O seu túmulo pode ser encontrado neste mosteiro situado no concelho de Penafiel, que pode ser visitado através de marcação prévia e que não desiludirá o visitante incauto.

Túmulo de Egas Moniz

Claustro do Mosteiro de Paço de Sousa

 

Torre de Vilar: Demonstrando outro aspecto presente no Românico, que não o motivo eclesiástico, encontramos a Torre de Vilar no concelho de Lousada, sendo um exemplo do poder senhorial em terras de entre Douro e Minho. De difícil datação pelos especialistas, remete-nos no entanto para tempos idos onde as lutas e o poder senhorial reinavam em grande parte do território senão a sua totalidade.

Torre de Vilar (aspecto exterior)

Torre de Vilar (aspecto de janela)

 

Marmoiral de Sobrado: Arquitectura funerária singular, localizada no concelho de Castelo de Paiva, uma lenda associa a sua existência à passagem do cortejo fúnebre de Dona Mafalda, neta de Dom Afonso Henriques que se dirigia para o Mosteiro de Arouca onde foi sepultada.

Marmoiral de Sobrado

Marmoiral de Sobrado (pormenor).

 

Uma Rota neste nosso país que merece uma visita atenta.

Para mais informações sobre a mesma visite o sítio da rota em http://www.rotadoromanico.com.

Fotos http://www.rotadoromanico.com

 

Divirtam-se! Mesmo em crise, o país tem muito para oferecer!

 


 

 


 

Exibições: 957

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Aulas regulares (e para todos) no Museu do Oriente

Criado por MyGuide 5 Jan 2021 at 10:16. Actualizado pela última vez por MyGuide 5 Jan.

Pintar como os grandes

Criado por Agenda MyGuide 24 Nov 2020 at 18:30. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 24. Nov, 2020.

É um restaurante?

Criado por Agenda MyGuide 9 Nov 2020 at 11:32. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Nov, 2020.

© 2021   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço