CULTURA: The Tiger Lillies Freakshow | 5 a 15 de Julho

Sarcástico, bizarro e cómico, um espectáculo sem limites!

Imaginemos um passeio nocturno pelos trailers de um freak show, onde habitam criaturas peculiares, vestidas de brilhantes e pérolas para satisfazer a curiosidade mórbida do seu público. Um circo negro, com os mais particulares performers que nos guiam até uma forma de vida alternativa, de uma beleza estranha e modos sedutores.

 

The Tiger Lillies Freakshow explora o charme da estranheza e do incomum. Cada música conta uma história que nos faz mergulhar cada vez mais fundo neste universo aparentemente feérico e de grande beleza. Os seus cativantes personagens são absolutamente únicos e mágicos: criaturas com três corações ou gémeas siamesas presas pela anca ganham vida para nos chocar, entusiasmar e saciar a curiosidade pelo bizarro.

 

O sarcasmo e humor certeiro, combinado com uma estética e sensibilidade artísticas incomuns, fazem de The Tiger Lillies Freakshow uma viagem a um universo paralelo que desafia as nossas crenças e tabus. Um espectáculo sem limites, controverso, pleno de simbolismo e histórias de criaturas que ganham vida para nos desafiar a descobrir novos mundos. Dentro de nós mesmos.

 

Os Tiger Lillies nasceram em 1989, seguindo a tradição da ambiência punk cabaret, de Bertold Brecht, mas 20 anos mais tarde o seu estilo e sonoridade permanecem intactos. Desde o início que os Tiger Lillies ocupam um lugar solitário na indústria musical, sendo ainda hoje considerada a banda mais vanguardista do planeta. Dos pubs londrinos às ruas de Sidney, têm percorrido o mundo com a sua música, participando em projectos teatrais e contribuindo com a sua criatividade para uma diversidade de espectáculos.  Ao longo da sua já extensa carreira lançaram 24 álbuns sem nunca deixar de surpreender, chocar e entreter o público, o que já lhes valeu o Olivier Award, para o musical de culto Shockheaded Peter, e uma nomeação para os Grammy, com o álbum The Gorey End.

 

O mundo dos Tiger Lillies é peculiar e oscila entre momentos de tristeza, humor negro e uma imensa beleza. As suas músicas revolvem em torno dos aspectos mais sorumbáticos e estranhos da natureza humana com uma sonoridade associada ao cabaret berlinense com um toque de sons ciganos e vaudeville.

Direcção Artística | Sebastiano Toma

Letras e Música | Martyn Jacques

 

Vídeos: http://videos.sapo.pt/VTVhHRw5MnNQdLNOq1WT

 

 Auditório dos Oceanos | Casino Lisboa

5 a 15 de Julho

3ª a Sábado | 21h30

1ª Plateia: 30€

2ª Plateia: 25€

 

M/16

Mais informações www.uau.pt

Exibições: 238

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

© 2020   Criado por MyGuide S.A. Livro de reclamações   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço