EXPOSIÇÕES: Devoções Populares. Registos em Azulejo.

Detalhes do evento

Descrição do evento

Com esta exposição pretende-se dar a conhecer a importância que os registos em azulejo detêm no campo da história das mentalidades, particularmente na definição e expansão de cultos de carácter popular, com incidência na cidade de Lisboa.

Ostentando inúmeras e variadas expressões artísticas, identificadoras das épocas em que foram feitos e tão características da singular produção azulejar, os painéis têm em comum, a representação de figuras sacras (ou, nalguns casos mais recentes, profanas) que se relacionam com sentimentos de proteção.

A mostra reúne cerca de quatro dezenas de painéis de azulejo, quase na sua totalidade de Lisboa, com cronologias que vão do século XVII à atualidade e que, ao longo dos anos, por motivos diversos foram retirados dos locais de origem.

Exemplares oriundos de coleções particulares (tais como, The Berardo Collection, Colecção de Feliciano David e Graciete Rodrigues), do Museu Nacional do Azulejo, sendo o maior conjunto de peças em exposição pertencentes ao espólio do Museu da Cidade, muitas das quais nunca antes mostradas.

Através destes exemplares complementados com acervo fotográfico, diversos objetos (pintura, gravura e escultura) e vídeos (Testemunhos devocionais hoje, Registos em azulejo nos cemitérios, Novos cultos – Padre Cruz e Sousa Martins), relacionados com o tema, penetramos no universo das várias expressões da religiosidade e das motivações devocionais manifestadas ao longo dos tempos.

Há uma década que o Museu da Cidade tem vindo a desenvolver um “Projeto de Investigação e Salvaguarda dos Registos de Azulejo em Lisboa. Séculos XVII - XXI” (da responsabilidade de Fernando M. Peixoto Lopes e Margarida Almeida Bastos, sob a direção de Ana Cristina Leite) que visa a recolha sistemática, o estudo e tratamento de dados históricos, artísticos, iconográficos e antropológicos e a divulgação deste significativo acervo patrimonial material e imaterial.

Começando por um levantamento exaustivo com identificação e inventariação de cerca de 1550 registos (in situ, ou já removidos), foi criada uma Base de Dados, a disponibilizar, a breve trecho, on line. Entre esta e outras ações, a presente exposição insere-se também no âmbito deste projeto que contará ainda com a edição de obra sobre a temática. No seu conjunto são instrumentos indispensáveis para o conhecimento da azulejaria e para a salvaguarda dos Registos e da identidade e memória que lhe estão associadas.

A exposição organizada pelo Museu da Cidade (CML, Pelouro da Cultura, Direção Municipal de Cultura), com patrocínio da Fundação Berardo, tem como comissários Ana Cristina Leite, Fernando M. Peixoto Lopes e Margarida Almeida Bastos.

Entrada livre
Horário: Terça a Domingo, 10:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00. 

Caixa de Recados

Adicione um comentário

para adicionar comentários adicione este evento "EXPOSIÇÕES: Devoções Populares. Registos em Azulejo." à sua agenda

Entrar em MyGuide

Vão a este evento (1)

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço