Chega o Verão, e com ele, uma série de festivais ao ar livre que já são bem conhecidos de todos os portugueses. Nestes meses do ano, é tradição entre os jovens (e até os menos jovens) percorrer o país de uma ponta à outra em busca de boa música… E não só! Quem procura um festival, fá-lo pelas mais diversas razões. Muitas vezes, não é o cartaz o mais importante, mas sim o convívio. Dai a possibilidade de comprar bilhetes para um dia ou para todos os dias. Sobretudo fora de Lisboa, o acampamento numa zona própria no recinto do festival já se tornou um hábito difícil de largar, e há quem faça questão de marcar o seu lugar alguns dias antes da festa.


Em Lisboa, há três grandes festivais que costumam ser os mais frequentados com filas à porta dos recintos desde o primeiro dia. O primeiro, e que este ano decorre de 2 a 4 de Julho, é o Delta Tejo. Já na sua quarta edição, é patrocinado pela conhecida marca de café, tem lugar no Alto da Ajuda e aposta na música espanhola, brasileira e portuguesa. De seguida, o Optimus Alive, de 8 a 10 de Julho, oferece um cartaz recheado de grandes nomes da música rock, pop e alternativa. O Super Bock Super Rock encerra o ciclo da capital de 16 a 18 de Julho. Tal como o nome indica, ouve-se rock.

Em Paredes de Coura, de 28 a 31 de Julho, e na Zambujeira do Mar, de 4 a 8 de Agosto, acontecem autênticas revoluções. As localidades próximas dos recintos dos festivais em questão são invadidas por gente de todo o país. A população local há muito que adoptou o lema “Se não podes vencê-los… Junta-te a eles!” e já sabe que durante aqueles dias há cervejas por todo o lado, trânsito para a praia, filas no supermercado, falta de mesas nas esplanadas e um burburinho constante. Para o comércio, claro, não há nada melhor. Os preços sobem a pique e só descem quando o último dos invasores voltou para a sua casa.


Recentemente, têm vindo a ganhar terreno os festivais ditos “alternativos”. Na verdade, são uma alternativa não só a nível de oferta, mas porque são também menos concorridos e permitem fugir da confusão. O festival Músicas do Mundo, em Porto Covo de 23 a 25 de Julho, no Centro de Artes de Sines, de 26 a 27 de Julho, e no Castelo e Avenida Vasco da Gama de 28 a 31 de Julho, e o Andanças, em São Pedro do Sul de 2 a 8 de Agosto. Se as músicas do mundo se ouvem nos dois primeiros, são dançadas no último. Este é o que mais se destaca pois é totalmente dedicado aos vários tipos de dança e onde os participantes são convidados a aprender um instrumento.

Mas há muitos outros festivais que acontecem nesta altura do ano! O Sumol Summer Fest na Ericeira, o Cool Jazz Fest em Cascais, o Marés Vivas em Vila Nova de Gaia, o Festival da Ilha do Ermal… Para que não perca nenhum deles, deixamos a lista. Se for a algum (ou a todos) não se esqueça de partilhar connosco as suas fotos, vídeos e experiência pessoal! Tenha um óptimo Verão!

Exibições: 571

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço