PASSEIOS (cá dentro): Tomar, entre templários e os “beija-me depressa”

Partimos de manhã cedo num domingo de sol que começou frio mas depressa aqueceu, fazendo lembrar um dia de Primavera.

O objectivo principal era visitar o famoso Convento de Cristo, grande marco dos Templários e, por isso, tão bonito quanto místico.

Chegámos por volta do meio-dia, e vendo o sol e o céu azul que nos piscavam o olho, resolvemos estacionar o carro mais para o centro e subir a pé até ao convento. Confesso que no início, a preguiça de domingo quase me venceu e ainda tentei o “olha que ainda é longe e é tudo a subir”, mas não vendo grande resultado e com os argumentos “andar a pé faz bem” e “ está um dia bonito e tudo”, lá me convenci. E, verdade seja dita, não me arrependi. De facto, não custa nada, é uma boa caminhada e compensa entrar com calma no jardim que envolve o convento logo à entrada. É quase que uma preparação do espírito para o que vai encontrar lá dentro.

E esse lá dentro é, de facto, incrível. E não só pela beleza do espaço, a dimensão e os pormenores (tantos que acho que somos capazes de nem ter reparado em tudo), são fascinantes e parece interminável. Tanto que, entretidos, ficámos cerca de duas horas a descobrir os caminhos, as salas, as histórias. E o melhor de tudo é que, como aproveitámos o domingo de manhã, tivemos direito a entrada livre.

Depois descemos por um outro caminho que terminou numas escadas onde um quadro de ardósia, pertencente a um restaurante, apresentava a ementa do dia. Só aí percebemos que o entusiasmo nos tinha feito esquecer a fome mas que, de facto, o estômago já dava sinal.

Entrámos e pedimos uns bifes panados que, muito bem servidos e bastante baratos, nos satisfizeram.
A sobremesa foi mais para o centro. É que vínhamos com água na boca desde que nos recomendaram uns bolos típicos da cidade, vendidos num café tradicional e muito engraçado, perto da zona central da cidade, com vista para o Rio Nabão.

Entrámos e aí vivemos um certo desespero. É que os bolos, pequenas bolinhas de doce de ovos e açúcar (uma bomba calórica deliciosa), chamavam por nós e decidimos partilhar esse gosto com a família levando uma caixa.
Porém, e aí começa a odisseia, não tínhamos na carteira dinheiro suficiente para pagar pelo que decidimos ir a uma caixa multibanco levantar, já que o café não aceitava cartões. Três caixas multibanco, três grandes negas em forma de mensagem: “sem dinheiro disponível”. Foi a verdadeira caça ao tesouro!

Um pouco desiludidos mas ainda gulosos, voltámos ao café onde, em vez da caixa, comemos só um bolo cada um e bebemos um café. A alegria voltou ao comer aquele ‘beija-me depressa’, doce de nome peculiar mas absolutamente maravilhoso. Ficámos rendidos.

Demos mais uma volta por aquele centro tão bonito, entre o rio e algumas ruas pedonais onde passear dá gosto.

E assim, já ao fim da tarde, voltámos para mais uma semana, de baterias renovadas com um passeio culturalmente rico, doce e com muitas risadas à mistura.


Convento de Cristo, Tomar

Igreja do Castelo Templário, Tomar

Telefone: 249 315 089/ 249 313 434/ 249 313 481

Horário: Outubro a Maio - Das 9h às 17h30/ Junho a Setembro - Das 9h às 18h30

Entrada livre aos domingos até às 14h

Site 

Exibições: 1645

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

Comentário de Leonor Veiga em 31 Janeiro 2012 às 15:01

Muito obrigada, ainda bem que mais pessoas ficaram com vontade de visitar ou voltar a Tomar. É uma cidade que merece!

Comentário de Mónica Pereira Gonçalves em 30 Janeiro 2012 às 18:17

Li este artigo e simplesmente gostei,cativa e convida de alguma a fazermos este passeio.

Já lá estive há muitos anos,acho que está na hora de voltar....

Obrigada pela sugestão.

Comentário de Marina Soares em 30 Janeiro 2012 às 11:22

Bem lembrado, Pedro. Já assisti ao "Nome da Rosa" com os "Fatias de cá" e de duas coisas nunca me hei-de esquecer: a visão fantástica do grupo de monges a entrar no convento à noite, a cantar, de achotes na mão, e o belo arroz de frango que nos serviram depois no refeitório!

Comentário de Pedro Castanheira em 30 Janeiro 2012 às 0:46

Quanto à doçaria, sobejamente conhecida é fantástica e o beija-me depressa também depressa desaparece. Como a Marina diz, o passeio de "comboiozinho" turístico é bastante simpático e dá-nos uma visão de Tomar em todos os seus aspetos.

Comentário de Pedro Castanheira em 30 Janeiro 2012 às 0:40

Tomar é uma cidade bonita e com uma importância histórica bastante grande, onde o Convento de Cristo é o mais visível e mais conhecido. Atualmente muito falado pelo apoio mecenático da Cimpor no restauro da Charola e pela famosa janela Manuelina da sala do capítulo.

Uma das várias atividades que decorrem no Convento de Cristo é organizado pelo grupo de teatro "Fatias de Cá" de Tomar, que tem um espetáculo montado e proporciona uma visita aos recantos escondidos do Convento com uma refeição medieval servida em várias fases ao longo desse espetáculo. É diferente e vale a pena ver.

Comentário de Leonor Veiga em 26 Janeiro 2012 às 13:25

Realmente é uma cidade muito bonita e hei-de voltar para visitar mais profundamente outros locais (essas tuas descobertas deixaram-me curiosa). É que as duas horas no convento ocuparam bem o tempo! 

E, sim, tens mesmo de provar estes bolos!

Comentário de Marina Soares em 26 Janeiro 2012 às 11:48

Já fui muitas vezes a Tomar, que adoro, e nunca me tinha dado para provar esses bolinhos. Com a tua recomendação, para a próxima já o farei.

Este Verão, as minhas descobertas em Tomar passaram pela sinagoga medieval, uma das mais antigas do país (senão a mais antiga mesmo, não posso precisar) e pelo passeio no comboiozinho turístico, que me fez aperceber dos interessantes projectos arquitectónicos na zona ribeirinha.

O convento, esse, é uma paixão antiga!

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço