VIAGENS (lá fora): O Maior Lago Glacial da Península Ibérica - Sanabria, Cañon del Tera e Sotillo

É-me particularmente difícil falar deste local. Descanse leitor, porque não vou contar uma história com um final aterrador. Nada disso. O local é fantástico, de tal forma que já calcorreei aqueles montes e vales três vezes. Mas inconscientemente, sinto-me sempre mal quando me lembro, ou falo do Cañon del Tera, a Garganta do rio Tera.

Permitam-me que me explique. Em Castilla e Léon, mais propriamente na província de Zamora, praticamente a seguir à fronteira do Portelo, junto ao parque de Montesinho, fica Puebla de Sanabria.

Em Sanabria encontra-se o maior lago de origem glaciar de toda a Península Ibérica. Desaguam aí pequenas lagoas dispersas pelas proximidades com vales rasgados por riachos e cascatas.

Alguns dos trilhos das montanhas são usados desde o Séc.XII pelos monges da Ordem de Cister, e Sanabria mantém razoavelmente bem preservado o seu mosteiro.

Durante alguns anos, este local funcionou para nós como purgante. Ir ao lago, apreciar um belo mergulho em água que se pode beber, apreciar praia e montanha em silêncio, uma vez que desportos náuticos motorizados são proibidos, e ficar esparramado na esplanada do Camping El Folgoso , a fazer planos: - “Este ano é que vai ser. Desta não escapa”.

Referimo-nos ao trilho do Cañon del Tera. Esta é a nossa Nemesis no que a caminhadas diz respeito. Nunca conseguimos chegar ao fim. Mais à frente explicarei porquê.

Enquanto ganhamos forças para o voltar a enfrentar, vamos tentar primeiro o trilho da Cascada de Sotillo.

Tem um grau de dificuldade baixo e são cerca de 4 horas ida e volta.

Seguindo o trilho com as marcas dos carros de bois dos monges, marcados na rocha, passando pelas paredes abandonadas daquilo que em tempos foram Brañas.

Estas casas estão ligadas à transumância entre as pastagens de altitude, para onde em Maio, os guardadores de vacas subiam em busca dos prados de erva fresca, regressando para passar o Inverno nos campos e pastagens mais baixos.

As brañas correspondem às nossas Brandas, pastagens de Verão, e o oposto das Inverneiras, tão típicas por exemplo das nossas Serras da Peneda e do Soajo.

A temperatura é a ideal, a manhã vai a meio. Em pouco mais de uma hora e meia começamos a ouvir ao longe, o familiar som da água a cair. Estuga-se o passo porque a sede aperta, e não há nada como água “natural”.

Depois de uma bela sandes de queijo e fiambre e água da montanha para ajudar a empurrar, é tempo de regressar, porque no dia seguinte, voltávamos a tentar o trilho do Cañon del Tera.

 

Tem um grau de dificuldade médio e são cerca de 6 horas ida e volta. Uns 18 quilómetros, mais coisa menos coisa.

É preciso que se diga que já começamos este trilho três vezes. Seja por alguma falha nossa, seja por algum erro na interpretação dos tradicionais montes de pequenas pedras, talvez fruto de alguns brincalhões montanhistas, o que é certo, é que nunca conseguimos chegar ao fim do trilho. Acabamos sempre num beco sem saída, impossível de transpor sem recurso a escalada hardcore. E não foi por falta de tentativas.

A maior parte do tempo caminhamos sobre pedra, com água fresca e limpa ao lado. É um convite a matar a sede constantemente.

Mas por algum motivo nunca conseguimos dar com a Poza de Las Ninfas, um conjunto de pequenos lagos onde termina este trilho.

Mas ainda não desistimos. Se quiserem tentar digam-nos qualquer coisa. Pode ser desta.

Exibições: 994

Adicione um comentário

Você tem de ser membro de MyGuide para adicionar comentários!

Entrar em MyGuide

COMUNIDADE MYGUIDE

O Myguide.pt é uma comunidade de Viagens, Lazer e Cultura.

Regista-te e publica artigos, eventos, fotos, videos e muito mais.

Sabe tudo sobre o Myguide aqui

Editores em destaque

EM DESTAQUE

Notícias

Vida e obra de Frida Kahlo em livro com ilustrações de Maria Hesse

Criado por MyGuide 10 Out 2018 at 13:00. Actualizado pela última vez por MyGuide 10. Out, 2018.

Música e Cocktails ao final da tarde no Lisbon Marriott Hotel

Criado por Agenda MyGuide 9 Abr 2018 at 15:02. Actualizado pela última vez por Agenda MyGuide 9. Abr, 2018.

O Festival de Storytelling regressa a Lisboa e ao Porto

Criado por Joana Sá Pinto 2 Abr 2018 at 13:15. Actualizado pela última vez por Joana Sá Pinto 2. Abr, 2018.

© 2019   Criado por Administrador Transglobal.   Ativado por

Crachás  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço